Eliomar de Lima
clique para exibir bio do colunista

O jornalista Eliomar de Lima escreve sobre política, economia e assuntos cotidianos na coluna e no Blog que levam seu nome. Responsável por flashes diários na rádio O POVO/CBN e na CBN Cariri.

NOTÍCIA

Prefeito de Pentecoste desafia investigações do Ministério Público e confirma candidatura

João Bosco se diz vítima de injúrias e fake news em esquema criminoso que subtraiu cerca de R$ 300 mil dos idosos no município. Processo foi acatado pela Justiça, no ano passado

Para o prefeito de Pentecoste, João Bosco Pessoa Tabosa, as investigações da Promotoria de Justiça de Pentecoste e do Grupo de Combate às Organizações Criminosas Ministério Público do Ceará (GAECO), sobre associação criminosa, estelionato contra idoso e lavagem de dinheiro, são injúrias e fake news. É o que divulga o próprio prefeito, em suas redes sociais, ao se lançar pré-candidato à reeleição.

Segundo o Ministério Público, a denúncia "é um desdobramento da Operação 'Caixa 2', que desarticulou uma associação criminosa que angariou vultosas quantias para financiamento de campanha eleitoral do prefeito".

De acordo ainda com o Ministério Público, por meio do pronunciamento do promotor Jairo Pereira Pequeno Neto, o grupo seria liderado por João Bosco e teria subtraído cerca de R$ 300 mil dos idosos, entre 2016 e 2017.

A Justiça do Ceará acatou no ano passado a denúncia contra o prefeito do município no Norte do Estado, a 89 quilômetros de Fortaleza, mas João Bosco acabou beneficiado pela decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no início deste mês, que permite a disputa dos candidatos chamados "ficha seja".

O Tribunal entendeu, que, diante da covid-19, os candidatos não estão mais inelegíveis com a alteração da data das eleições para novembro.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais