Foto de Karine Nascimento
clique para exibir bio do colunista

Jornalista formada pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Apaixonada por basquete, foi repórter do NBB em Fortaleza. Primeira mulher a comentar uma partida de futebol na TV cearense. Autora do livro A Verdadeira Regra do Impedimento, sobre a história do futebol feminino estadual

Free agency da NBA e volta de Bruno Caboclo ao NBB: um resumo da semana do basquete

Novidades movimentaram a off season das principais ligas norte-americana e brasileira do esporte
Russell Westbrook é novidade no já forte time do Los Angeles Lakers, que conta com Lebron James e Anthony Davis (Foto: Katelyn Mulcahy / Getty Images via AFP)
Foto: Katelyn Mulcahy / Getty Images via AFP Russell Westbrook é novidade no já forte time do Los Angeles Lakers, que conta com Lebron James e Anthony Davis

A vitória dos dream teams norte-americanos tanto na categoria masculina como no feminino (que rendeu, inclusive, a quinta medalha de ouro consecutiva para as estrelas Diana Taurasi e Sue Bird) foi o ponto final do basquete na Olimpíada de Tóquio, mas nem de longe a semana parou de ser movimentada.

A free agency da NBA, período onde ocorrem trocas de jogadores entre as equipes e estabelecimento de novos contratos, deu alguns indícios do que a próxima temporada pode apresentar, e algumas franquias já chamam a atenção com as movimentações feitas. Logo no primeiro dia, o Lakers fez a transação mais comentada. A equipe de Los Angeles conta, agora, com Russell Westbrook, que forma um "big-3" com LeBron James e Anthony Davis. Além do MVP de 2017, Carmelo Anthony também reforça a equipe e passa para as quadras a amizade de décadas que tem com LeBron.

O Chicago Bulls teve as adições de Lonzo Ball e DeMar DeRozan, além do carismático Alex Caruso, e agora deve voltar a brigar por uma vaga nos playoffs do Leste, o que não acontece desde 2017. O Miami Heat contou com as chegadas de Kyle Lowry e PJ Tucker, campeão na última temporada com os Bucks, e soma um interessante time titular, junto com Duncan Robinson, Jimmy Butler — que acertou a extensão de contrato — e Bam Adebayo. Para o Golden State Warriors, os maiores reforços são a renovação nada surpreendente de Stephen Curry, que vai para a 13ª temporada na equipe, e a provável volta de Klay Thompson, após duas temporadas seguidas afastado por lesão. Mas, além disso, o time de San Francisco teve a chegada de Otto Porter Jr e a volta de Andre Iguodala, peça importante dos três títulos recentes.

Detroit Pistons, Houston Rockets e Orlando Magic são alguns dos times que não têm grandes ambições na próxima temporada e nem tiveram mudanças relevantes de elenco na free agency, mas vão despertar curiosidade com a chegada, respectivamente, de Cade Cunningham, Jalen Green e Jalen Suggs. Os recém-draftados devem impactar as equipes à medida em que forem se ambientando com a NBA e crescendo no basquete profissional.

Além da movimentação na liga estadunidense, as equipes do NBB também aproveitam a intertemporada. A montagem dos elencos certamente será tema desta coluna em um futuro breve, quando os times estiverem com o plantel definido, mas a contratação da semana, feita pelo São Paulo, é um importante destaque a ser feito. O ala-pivô Bruno Caboclo volta ao basquete nacional após passagem pelo NBB em 2013-14, quando jogou pelo Pinheiros, aos 18 anos. Em 2014, Caboclo foi draftado para a NBA pelo Toronto Raptors e, apesar de não ter sido uma estrela da liga, é um nome importante do basquete nacional.

Diferentemente da “repatriação” de Lucas Bebê — contratado pelo Fortaleza Basquete Cearense na temporada passada e que buscava retomar a carreira após pensar em aposentadoria —, Bruno Caboclo, aos 26 anos, tem muito a acrescentar à liga brasileira. O ala-pivô fez boas exibições pela seleção no torneio pré-olímpico, e chega para impactar o momento de renovação do São Paulo, que perdeu os dois últimos MVPs do campeonato, Georginho e Lucas Mariano.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais