DEBATE: Lula fala como candidato e esquenta corrida eleitoral de 2022

No primeiro discurso após a decisão do ministro Edson Fachin que o tornou novamente elegível, o ex-presidente Lula falou como candidato. Além de duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro, a quem chamou de "imbecil", o petista fez acenos ao mercado e ao centro, defendeu a vacina e o meio ambiente, e rebateu falas de possíveis adversários em 2022, como Ciro Gomes e Luciano Huck. Tudo isso, claro, mexe com o tabuleiro político do País, ainda surpreso com a reviravolta no Supremo e atento ao comportamento de Lula, que ressurge com toda força ao jogo eleitoral. Mas ele será mesmo candidato? Qual será a reação de seus concorrentes? O Brasil suporta uma nova polarização? Ela é necessariamente algo ruim? Para responder a essas e outras perguntas, o jornalista Ítalo Coriolano recebe o repórter e colunista do O POVO Henrique Araújo, a editora do O POVO Tânia Alves, e a professora de Direito da Unifor Tainah Sales.

Outras publicações

Logo O POVO Mais