Alan Neto
clique para exibir bio do colunista

Colunista do O POVO, Alan Neto é o mais polêmico jornalista esportivo do Ceará. É comandante-mor do Trem Bala, na rádio O POVO/CBN e na TV Ceará. Aos domingos, sua coluna traz os bastidores da política e variedades.

esportes
Opinião

Ceará se perdeu nas matas do além do Brasileirão e não sai dos 46 pontos

Fluminense conseguiu se impor sobre o Ceará no Castelão
Fluminense conseguiu se impor sobre o Ceará no Castelão

.FLUMINENSE venceu o Ceara (3 a 1) ontem à noite, no Castelão, primeiro por ter merecido. Segundo porque o Ceará se perdeu nas matas do além do Brasileirão. Estagnou nos 46 pontos, deu-se por satisfeito, dali não sai, dali não tem o menor interesse em sair.

. FOI uma vitória construída por um time recheado de jovens oriundos do Xerém, subúrbio carioca, onde o Fluminense foi encontrar seu mapa da mina para vencer a grave crise financeira pela qual passava.

.SIMPLES explicar. Resolveu investir na garotada, teve coragem para tal, deixou uns três ou quatro veteranos para dar estabilidade emocional aos mais jovens. Fórmula tão simples quanto se fazer uma conta de somar.

POÇÃO MÁGICA

.RESULTADO de toda essa poção mágica, o Flu está na Libertadores com um time barato, jovem, bom, que faz da velocidade sua arma mais letal.

.FRED, o veteraníssimo, não fez a menor falta. O garoto John Kennedy, 18 anos, foi lá, deixou sua marca, perdeu mais dois, deu conta do recado. Martinelli e Samuel, também do Xerém, fizeram os demais gols.

. CEARÁ ao contrário, não promove ninguém. Quando o faz, quando Guto finalmente lançou dois garotos (Jacaré e Rick), o time ganhou mais mobilidade. Mas, ao insistir com o Wescley, perdeu a mão. Quanto mais ele insiste, mais o jogador se embanana todo. Todo técnico é teimoso. Guto é desses.

MÃOS PELOS PÉS

.ADEMAIS o Alvinegro não fez uma boa partida, a não ser quando lançou dois pontas especialistas (Jacaré e Rick), garotos ainda recheados de esperanças. Mas meteu as mãos pelos pés quando Vizeu, tão caro, da Europa, veio pra vender beleza aqui e ganhar em dólar.

. VERDADE é para ser dita? Então não a esconderei. O Ceará vem mal das pernas, faz muito tempo. Parece ter se enfastiado de futebol ou da repetição do rame-rame do Guto, que todos adversários já conhecem de sobra. Não vai passar daquilo.

.MENOS mal que Vina tenha finalmente mostrado seu bom futebol, inclusive marcando o gol de pênalti.

TIMBRE DO PERIGO

.FLUMINENSE, ao contrário, quer vencer, entra em campo com esse objetivo, busca o gol a todo instante, tem em Nenê, seu principal maestro — com direito a assistência genial para Kennedy — que põe a garotada pra correr.

. LEMBRAM o Egídio, que passou aqui faz tempo? Ele mesmo. Continua jogando e bem na lateral esquerda. Cada cruzamento que faz leva o timbre do perigo.

.OUTRO adendo. Dentro ou fora de casa, o Flu joga pra vencer, sem essa de precaução diante do adversário só porque está em seus domínios. É a diferença que faz a ousadia dos mais jovens. Dá gosto ver o Flu jogar com sua garotada do Xerém.

CASTELOS MEDIEVAIS

.SE querem saber mais, lá se vai. Em nenhum momento da partida o Ceará chegou a ser superior ao Tricolor Carioca. Boa vontade até que ajuda, mas não faz tanta diferença assim. De esforçados e suadores de camisas, o purgatório do futebol está repleto.

.NÃO bastasse tudo isso (e ainda tem mais, cara-pálida?), o Ceará perdeu o caminho da vitória em casa. O Castelão lhe parece estranho e medieval, como os castelos da Idade Média. Em casa, a bola do Ceará, estranhamente, murcha.

.RESUMO desta opereta. Venceu quem foi melhor, perdeu quem foi pior. Mas o Ceará pode tirar proveito da lição que o Flu deixou. Qual? Investir nos aspirantes, que foram campeões recentemente e estão pedindo passagem pra entrar no lugar de uma récua de veteranos. Simples assim? Claro. Mas cadê coragem?

BOCA DE FORNO

.FORTALEZA anuncia sua primeira contratação pra este ano — Lucas Crispim. Vem do Guarani, de Campinas. Tem 26 anos, meia, já vestiu tantas camisas que só em contá-las dá uma canseira! Quem terá indicado o Crispim ao Tricolor? Terá sido o olho clínico do Papellin? .../// E O MEU Ferrão, hein! Venceu o primeiro título do ano, com um técnico que tem o apelido de Biá, quebrando a castanha do papão de títulos, que tem nome de ex-presidente. Embolsou R$ 600 mil, dinheiro que dá pra pagar duas folhas. I love you, Ferrão!... /// SAMUEL Xavier, consta, está indo pro Fluminense. Tem lugar pra ele? Tem. Xavier atravessa boa fase, além do mais o ponto mais fraco do Flu é precisamente naquele setor... ///PERGUNTARAM ao John Kennedy quem lhe colocou este nome, em homenagem ao maior presidente dos EUA? Pronta resposta - "Foi meu pai, que sempre achou que parecia com ele. Gostei e resolvi usá-lo por completo. Nada de John ou só de Kennedy." Tá certo, garoto.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais