Alan Neto
clique para exibir bio do colunista

Colunista do O POVO, Alan Neto é o mais polêmico jornalista esportivo do Ceará. É comandante-mor do Trem Bala, na rádio O POVO/CBN e na TV Ceará. Aos domingos, sua coluna traz os bastidores da política e variedades.

esportes
Opinião

Toque de recolher no Estado pôs lenha na fogueira de Fortaleza x Bahia

Lateral-esquerdo Bruno Melo e atacante Gilberto em lance do jogo Bahia x Fortaleza, na Fonte Nova, pelo Campeonato Brasileiro Série A
Lateral-esquerdo Bruno Melo e atacante Gilberto em lance do jogo Bahia x Fortaleza, na Fonte Nova, pelo Campeonato Brasileiro Série A

. ATÉ onde a coruja piou e a gata miou, o impasse ainda não tinha sido removido com um acordo entre as partes, mas da CBF é a palavra final.

. PARA ser entendido aquilo que a imprensa já destrinchou, botou lenha na fogueira, em todos os programas do horário, incluso o meu Trem das 5, da rádio O POVO CBN.

. NÓ górdio da questão. Onde e em qual local será (ou seria?) realizada a partida entre Fortaleza x Bahia, neste sábado, vida ou morte para os dois.

PONTO DO ENTRAVE

. EM que ponto estava, ou esteve, o entrave? Pronta resposta — dia e horário da partida, anteriormente marcada pras 9 da noite de amanhã, Castelão.

. TUDO bem, até enquanto não entrou na roda, o decreto do Governo do Estado, determinando, a partir das 22 horas, toque de recolher. Futebol para, inclusive? Por qual razão seria exceção?

. OCORRE que o decreto bate de frente com o horário do jogo, aqui no Castelão, chegando às 23 horas, uma hora a mais. Camilo não iria abrir mão do que tinha assinado em seu decreto.

. AINDA apareceu gaiato que tentou apelar por vias políticas. Governador devia tê-lo mandado plantar batatas, subir no pé de coco, deu de ombros, fez de conta não era com ele.

FÁBRICA DE IMPASSES

. QUE a partida haverá nem duvidem. Em qual local e horário, já pode até mesmo ter havido um acordo.

. ÚNICO plausível seria a antecipação do horário pras 19 horas, terminando às 21 horas, encerrada o lenga-lenga.

. OCORRE, porém, que existem mil interesses em jogo, a partir do patrocínio da televisão, com sua grade de programação. Mexeria a troco de quê?

. FUTEBOL é uma fábrica de impasses, especialmente quando os interesses se conflitam e a roda do dinheiro gira, cada qual querendo tirar um naco da situação.

DENOMINADOR (IN)COMUM?

. SURGIU até mesmo a ideia do jogo ser transferido pra Natal, Arena das Dunas, pois lá não tem decreto impedindo nada, quanto mais jogo de futebol.

. ALÉM do que, o estádio encontra-se inativo, sem competição de timbre nacional. Seria uma boa ideia, não ferisse frontalmente os interesses do Fortaleza.

. BAHIA, ótimo, pois campo neutro. Mas ao Tricolor interessava e interessa jogar no Castelão pra decidir seu destino. Gramado por gramado, o das Dunas é melhor. Não vem ao caso, nem está no contexto.

PALPOS DE ARANHA

. JUSTO no dia do seu aniversário, Mauro Carmélio se viu em palpos de aranha, tremeu o bigodão, mesmo sabendo que sozinho não resolveria nada.

. ÚLTIMA palavra viria lá de cima, ou seja, CBF, após entendimento com as emissoras de televisão. São elas que pagam o patrocínio, CBF apenas repassa aos clubes. Reparem o tamanho do nó.

. EXPLICANDO melhor. Em casos assim, o poder de fogo do Carmélio é limitado, quer dizer, só vai até onde a sola do sapato der. Quem bate o martelo é o presidente Caboclo, direto do Rio.

. VALE repetir. Impasse deve, quem sabe, já estar resolvido, seja qual for a fórmula achada. Manda, enfim, quem pode, obedece, balançando a cabeça, os carneirinhos de plantão.

DE FLOZÔ

. COMO o peixe do Ceará é outro, pois joga em Curitiba, horário está mantido pra mais cedo da noite (19 horas). No Paraná não tem essa de decreto, pois tudo sob controle. Será?

. SOME-SE o fato de quase dentro da Sul-Americana, o Alvinegro está se lixando pro impasse criado aqui. Este abacaxi não é dele, nem do Coritiba.

PAGODE RUSSO

. ANTES que alguém atrapalhe. O Coritiba, já rebaixado, cumprirá apenas o que a tabela determina. Ganhar, perder, ou empatar a ele pouco importa, mas ao Ceará, sim.

. QUEM entendeu toda esta opereta bufa, pegue sua partitura, entre nessa orquestra desafinada que é o Brasileirão da pandemia, em sua reta final, virou um pagode russo. Com o devido respeito ao pagode...

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais