Alan Neto
clique para exibir bio do colunista

Colunista do O POVO, Alan Neto é o mais polêmico jornalista esportivo do Ceará. É comandante-mor do Trem Bala, na rádio O POVO/CBN e na TV Ceará. Aos domingos, sua coluna traz os bastidores da política e variedades.

esportes
Opinião

Parada dobrada. Ceará e Fortaleza nas quartas de final da Copa do Nordeste

Ceará classificado, Fortaleza também. A dupla já está nas quartas de final da Copa do Nordeste. Venceram e com méritos

- CEARÁ classificado, Fortaleza também, A dupla já está nas quartas de final da Copa do Nordeste. Venceram e com méritos. Ceará até com bastante folga (3 a 0) a ponto de desencantar o Vizeu, por sinal autor de um golaço de fora da área. Ele pode se firmar, sim, se Guto Ferreira insistir com ele. Não terá desaprendido o que aprendeu por aí afora.

- SALGUEIRO de quem se esperava bem mais do que aquele futebol apenas acanhado que apresentou, provando que jogando fora dos seus domínios se perde totalmente num emaranhado de jogadas erradas, tropeçando na própria bola. Uma barafunda, por vezes.

- EXPECTATIVA em torno de Ciel, artilheiro por onde passou por aqui, atuando em times pequenos, fique claro, parece ter se tomado de espanto ao ver o Castelão. Também não é fácil ter, na cola o Luiz Otávio outra vez atravessando boa fase, autor inclusive de um dos gols do Ceará.

FANTASMINHA CAMARADA

- SALGUEIRO joga em função de Ciel, em sua linha de frente, esperando que repita sempre a mania de balançar as redes. No Castelão não passou de um fantasminha camarada, levando em conta que o time pernambucano só tem ele como destaque entre os atacantes.

- FORTALEZA passou pelo Confiança, bastando 1 a 0, gol do Osvaldo, que nem tem este cacoete, num chute de fora da área, bola que veio rolando em sua direção. Acertou o pé as redes. Depois levantou os braços para os céus agradecendo a Deus. Faz bem, pra ver se assim tira o peso das costas e se arrisque a chutar mais em direção ao gol.

- CONFIANÇA apesar da boa campanha que faz tem suas limitações. Dele esperava mais pois jogava dentro do seus domínios. Andou ameaçando, sim. Pudera, não tentasse ao menos o gol de empate. Esforçou-se, mas não é tudo, se lhe falta qualidade técnica.

- SEM esquecer o detalhe de que o Enderson Moreira resolveu lançar o time quase todo reserva, deixando apenas Felipe Alves na meta, promoveu a estreia do Benevenuto, lançou Osvaldo de saída, mas deixou o Romarinho no banco. Acabou entrando porque o Osvaldo, não há meio de completar uma partida. Desta vez saiu sem resmungar. Pudera.

SUPERIORIDADES

- COINCIDÊNCIA, por sinal salutar, Ceará e Fortaleza aportaram nas quartas de final da Copa do Nordeste, ambos na primeira fila de cada grupo. Prova superioridade dos dois cearenses? Sim. Apenas não esquecer que a ruindade dos demais ajudou bastante, exceção do Bahia que veio aqui, perdeu e por pouco não foi derrotado pelo ABC.

- QUE vantagem vão levar alvinegros e tricolores, chegando na liderança de seus grupos? Decidirão contra Sampaio Correia e CSA, jogos únicos, dentro do Castelão. Outra vantagem? Caso de empate, decisão por pênaltis. Uma chatice, mas que jeito? Não é muito, mas já é alguma coisa.

- SE querem saber, também, não escondo - são favoritos na próxima fase. Com possibilidade até mesmo de se enfrentarem na final. Mas aí é adivinhação. Recomendo não darem um centavo furado pelas minhas previsões. Me deixo levar pelo tato do chão da nossa gleba.

FREGUÊS DE CADERNO

- DETALHE que não pode ser esquecido. Até hoje, dentro de sua casa, ou fora de lá o Salgueiro nunca venceu o Ceará. Logo, quem apostou numa surpresa aqui dentro, errou feio. Em nenhuma momento o clube pernambucano ameaçou. Para o Ceará nunca foi tão fácil.

- CEARÁ está afinado em suas linhas, defesa com a chegada do Messias, calafetou seu ponto mais fraco, bom zagueiro que é. Casou bem com o Luiz Otávio. A meia canha é o ponto alto, aliás, como joga este Oliveira.

- SOBRAL vai ver urso de gola pra tirá-lo dali, mesmo porque Guto Ferreira não é de andar mexendo no que vem dando certo. Faz muito bem. Deu certo, fica. Não deu, muda. Disse e repito - time repetido cinco vezes, embala. O Ceará entrou neste radar.

CONTRAMÃO

- ENDERSON Moreira, trafega pela contramão da lógica. Cada partida uma formação diferente. Também não abre mão das suas convicções, certas ou erradas, pouco importa se o time vence, mesmo não jogando bem. Cada treinador tem uma cartilha a ser seguida.

- A DELE faz o que para os outros está errado, mas pra ele não e o Fortaleza vence, em casa ou fora daqui. Doido varrido quem for entender de futebol ou de filosofia de seus técnicos.

GRÁTIS

- NÃO esquecer. Chegada de forma invicta, coloca, neste Nordestão insosso, o futebol cearense no pódio dos clubes da região. Pela teoria, o Bahia estaria neste rol. O Fortaleza passou-lhe a perna, enquanto o Ceará, em seu grupo, navegou sempre em mar de almirante, ondas plácidas e mansas.

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais