Alan Neto
clique para exibir bio do colunista

Colunista do O POVO, Alan Neto é o mais polêmico jornalista esportivo do Ceará. É comandante-mor do Trem Bala, na rádio O POVO/CBN e na TV Ceará. Aos domingos, sua coluna traz os bastidores da política e variedades.

Alan Neto
esportes
Opinião

Ceará foi uma decepção contra o Arsenal

Ceará deve ao goleiro Richard não ter saído perdedor do jogo no Castelão pela Sul-Americana
O argentino Arsenal Nicolas Castro (L) e o brasileiro Ceará Fernando Sobral disputam a bola durante a partida da fase de grupos do torneio de futebol da Copa Sul-Americana no Castelao Arena em Fortaleza, Brasil, em 12 de maio de 2021. (Foto de AFP)
O argentino Arsenal Nicolas Castro (L) e o brasileiro Ceará Fernando Sobral disputam a bola durante a partida da fase de grupos do torneio de futebol da Copa Sul-Americana no Castelao Arena em Fortaleza, Brasil, em 12 de maio de 2021. (Foto de AFP)

.PALAVRA de honra. Se o jogo de ontem, Ceará x Arsenal de Sarandi, atravessasse a madrugada e amanhecesse o dia, os dois não sairiam daquele 0 a 0, insípido, insosso, sem graça, uma pelada daquelas de dar náuseas e de embrulhar o estômago. No Castelão, duas equipes que não queriam absolutamente nada com futebol, muito menos balançar as redes.

.INCRÍVEL que pareça quem andou mais perto de vencer foi o time argentino, na reta final do jogo, quando a cabeçada de um dos seus atacantes tomava o caminho das redes. Richard evitou a catástrofe, em defesa milagrosa. A ele, o Ceará deve não ter saído perdedor do jogo.

NINGUÉM SABE, NINGUÉM VIU

.CEARÁ, se foi a campo, ninguém sabe, ninguém viu, tamanha a apatia que se abateu sobre a equipe. Ninguém conseguiu se salvar, a não ser aqui e ali em jogadas esporádicas, mais pelo seu esforço, o lateral Bruno Pacheco conseguiu aparecer. Como não é chegado a balançar as redes, muito menos esta é a sua função, valeu pelo esforço que faltou aos demais.

.OS outros, meros fantasmas a perambular em campo. Vina, por exemplo, de quem sempre se espera algo mais, uma das piores figuras da partida. Não fez absolutamente nada. Substituído por Jorginho, a emenda saiu pior que o soneto. Trocando um pelo outro, nenhum dos dois de volta. Vizeu, outra vez, outra nulidade, Lima totalmente disperso e Gonzalez completou a ruindade coletiva.

SEM RETRANCA

.QUEM imaginou que o time argentino viesse todo retrancado para não perder, enganou-se redondamente. Ele se lançou no 3-5-2, montado no qual está acostumado a jogar, de lá não saiu. Chegou até, em muitas ocasiões, a propor o jogo. Ajudado pela péssima atuação do Ceará, não foi difícil chegar ao seu objetivo que era empatar, se possível vencer, o que não aconteceu graças ao goleiro Richard.

.ARSENAL, todos sabiam, inclusive o Ceará, que era um time com incontáveis limitações técnicas, embora não deixasse de lado a tradicional garra argentina. Ainda assim o Alvinegro não soube explorar essas limitações para vencer um jogo considerado como favas contadas. Antes de começar, bem entendido. Os mais afoitos chegaram até mesmo a apostar numa goleada. Caíram irremediavelmente do cavalo.

SOL COM A PENEIRA

.CATAR onde o Ceará mais errou para não chegar a vitória, nem mesmo por um mísero 1 a 0, seria perda de tempo. Somou tantos erros, a partir de total apatia que se abateu sobre o time, o Alvinegro acabou facilitando as coisas para os argentinos. Para eles o empate teve sabor de vitória. Para o Ceará um travo amargo de derrota.

.LEVANTARAM a ideia de um tal "efeito psicológico" por conta da perda do tri do Nordestão para o Bahia, assim a explicar a má atuação alvinegra. Só um trouxa para engolir tamanha bobagem. O jogo foi sábado, quarta foi ontem, Nordestão não tem nada a ver com Sul-Americana, o resto mais é querer tapar o sol com a peneira. Estão querendo enganar a quem?

.EMPATOU porque não soube vencer, nem aproveitar as oportunidades - embora que raras - surgidas. Até nos escanteios uma de suas armas mortais, o Ceará não conseguiu aproveitar nenhum deles. Jogadas de contra-ataque, qual ou quais aconteceram cara-pálida? Nenhuma.

.ADMITE-SE, por exemplo que durante todo o tempo em que esteve em campo o Vizeu não tenha chutado uma bola em direção ao gol? Substituído por Cléber, coitado, perambulou em campo. Menos que Guto Ferreira, tenha lá sua dose de culpa, seja o maior responsável pelo empate, claro que não é, mas pode ser responsabilizado, isto sim, por não ter outra opção tática a não ser aquela do rame-rame, também conhecido como manjadinho. Não sai daquilo, nem que seja condenado a forca.

SEM OPÇÃO

.NÃO há a menor possibilidade do Ceará mudar sua cara numa partida de futebol. Qualquer treinador está na obrigação de pelo menos ter uma ou duas opções táticas, para mudar o perfil da equipe que comanda. O Guto não tem. O Ceará joga daquela maneira, não sai daquilo e estamos conversados.

.DO Arsenal não podia se esperar mais do que aquilo que apresentou. Do grupo só não é o mais fraco porque o Wilsterman não cede este trono pra ninguém. Pelo menos demonstrou mais interesse em vencer - pasmem! - do que o Ceará. Se tem uma equipe melhor qualificada sairia do Castelão vencedor. Se o empate já lhe deixava satisfeito, foi feita a sua vontade.

TIMES PARECIDOS

.EMPATE de ontem a noite (0 a 0) não foi bom negócio para o Ceará. Foi péssimo. Perdeu a grande chance de disparar na liderança do seu grupo, já avistando a próxima fase, menos porque o adversário era forte, que não foi, pagou, isto sim, um preço alto pela ruindade como se postou em campo. Desinteressado no resultado, podem ter certeza, se tivesse perdido, como esteve perto, ficaria alheio a derrota.

.RESUMO da opereta bufa. Uma partida ruim, dois adversários péssimos, um bando de jogadores correndo sem rumo em campo, a procura não se sabe bem de que. Da vitória é que não foi, caso contrário não teriam triturado tanto a coitada da bola...

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais