clique para exibir bio do colunista

Colunista do O POVO, Alan Neto é o mais polêmico jornalista esportivo do Ceará. É comandante-mor do Trem Bala, na rádio O POVO/CBN e na TV Ceará. Aos domingos, sua coluna traz os bastidores da política e variedades.

AlanNeto • Opinião

Por entre as paredes, o que significa esta reta final do brasileirão

Por

- Ideal é que Ceni permaneça no Fortaleza por mais uma temporada. Ele sabe como é o futebol. O herói de hoje é o vilão de amanhã. Daí sua resposta rigorosamente política ao responder que — "pelo coração ficaria". Parou aí. Não revelou o que diz a voz da razão. Esta sim é que vai pesar na hora do fica, não fica.

- Razão do Goiás tomar tantos gols fáceis explica-se. Trata-se da defesa mais vazada do Brasileirão. Se o ataque faz gol, o cinturão defensivo não garante os atos lá atrás.

- Tem um motivo para Ceni ter barrado o artilheiro Wellington Paulista do jogo contra o Goiás? Sim. Jogo anterior, quando o substituiu, ele saiu de cara amarrada. Não confrontou o treinador, nem seria doido de fazê-lo. Ceni, que é do ramo, percebeu e deu o troco, deixando-o no banco contra o Goiás, como a dizer — aqui, mando eu.

- Subida de produção do ataque do Fortaleza, onde até o Osvaldo em três jogos marcou três gols, tem tudo a ver, também, com a fase que passa o Edinho, cuja bola estava murcha, de repente voltou a ficar redonda. Contra o Goiás, então, extrapolou.

- Árbitro quando quer se impor em campo não precisa consultar o VAR, especialmente se tem certeza do que marcou. Caso daquele apitador da partida no Serra Dourada. Gol do Goiás, para muitos, em impedimento. Por ter convicção da sua marcação, confirmou o gol, por mais que o VAR o advertisse, fez ouvidos de mercador.

Emendas & sonetos

- Pra legislar em causa própria, novo técnico do Ceará, Argel Fucks, chegou ao cúmulo de afirmar que se o time jogasse dez vezes daquele jeito, venceria 12.

- Só pode ter sido pra agradar a diretoria e aos treinadores. O que Ceará foi diferente do que se via antes há uma justifica.

- Qual? Quando técnico novo estreia, jogador em campo come até a grama pra assegurar posição de titular.

- Mudança na forma de jogar é uma coisa. Mudança em postura tática é outra. Pior ainda é a terceira.

- Chutar dez bolas em direção ao gol e não balançar as redes, serviram pra quê? Os defeitos continuam os mesmos e visíveis. Por cima, por fora, perder cara a cara, isso o Alvinegro fazia desde os tempos de Enderson Moreira.

- Não seria em um jogo que Argel consertaria os erros. Talvez até nos próximos não consiga.

- Sua vinda foi muito mais para efeito psicológico do que por qualquer outra coisa. O efeito, neste tocante, foi positivo. Bola rolando, o Alvinegro continuou o retrato fiel dos técnicos anteriores.

- Se não há artilheiro especialista, improvisar alguém que nunca o foi, a emenda pode sair pior que o soneto.

Mala & Cuia

- Desespero de contratar um treinador pro lugar de Abel Braga, o presidente do Cruzeiro recorreu a quem estava correndo livre no mercador.

- Encontrou um solto, Adílson Batista, que enterrou o Ceará. Outro qualquer jamais assumiria. Batista não queria perder a chance de ganhar alguns trocados, mesmo sabendo que dirigir o Cruzeiro é entrar numa fogueira. Nem aí.

- Mandou-se pra lá de mala e cuia, sem sequer acertar as bases. Respondeu ao Perrella, dirigente mineiro — "isso a gente fala quando eu chegar".

Estrela na testa

 

- Atentem pra este detalhe. Lateral Bruno Melo foi o autor do gol na partida de acesso do Fortaleza da Séria B pra Série A. Agora, na conquista pra Sul-Americana, deixou sua marca, numa posição que não era a dele, sim de um atacante. Isso tem nome. Chama-se estrela na testa.

Personalidades

- Listão dos Melhores do Futebol Cearense, do Sérgio Ponte, Ceni foi recordista em voto. Só não unanimidade porque algum cronista resolveu votar em branco. Menos por ele, sim, por sua pouca afeição a imprensa da terra, ou seja, represália... ///Marcelo Paz, bisa feito do ano passado, Dirigente do Ano, passando Robinson de Castro pra trás. Foi consagradora sua votação — 80%... /// Últimos cinco anos da promoção é do Ceará o craque do ano, caso de Luiz Otávio, muralha alvinegro, e um dos cinco melhores do Brasileirão.../// Romarinho, revelação do ano, foi lembrado também como craque, com dpos votos. Como revelação obteve 7, ou seja mais que o triplo.

Leia outras colunas do Alan Neto clicando aqui

Confira a episódio novo de Futcast

Listen to "#80 - Queda de Adílson / Perfil de Argel / Fortaleza na Sula" on Spreaker.

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais