clique para exibir bio do colunista

Colunista de política, o jornalista Carlos Mazza coordena o O POVO Dados, núcleo que trabalha com reportagens a partir de bancos de dados. Já foi repórter de Política e repórter especial do O POVO.

CarlosMazza • NOTÍCIA

Jornalistas Augusto Nunes e Glenn Greenwald brigam ao vivo durante programa Pânico; veja vídeo

Discussão escalou após Nunes voltar a insinuar que Greenwald e seu companheiro estariam negligenciando cuidados dos filhos menores do casal. Chamado de covarde, Augusto Nunes agrediu fisicamente o jornalista americano ao vivo Por

Os jornalistas Augusto Nunes (Revista Veja, Jovem Pan, R7) e Glenn Greenwald (The Intercept) discutiram nesta quinta-feira, 7, durante participação de ambos no programa Pânico, da Rádio Jovem Pan. Após acalorada troca de acusações e insultos, Augusto Nunes tentou agredir o americano, em imagens transmitidas ao vivo pelo programa nas redes sociais.

A discussão entre os dois escalou após Nunes voltar a insinuar que Greenwald e seu companheiro, o deputado federal David Miranda (Psol-RJ), estariam negligenciando cuidados dos filhos menores do casal. "Eu disse apenas que o companheiro dele passa o tempo todo em Brasília e ele passa o tempo todo lidando com material roubado, aí eu falei 'quem é que vai cuidar dos filhos?', foi isso", disse Nunes.

Incomodado com o envolvimento das crianças na acusação, Greenwald retrucou e chamou o jornalista de "covarde", o que elevou a tensão do debate. Após alguns segundos de insultos e acusações mútuas, Augusto Nunes partiu então para a agressão física, desferindo tapas e empurrões contra o americano. A equipe do programa precisou intervir na situação, com o link ao vivo sendo retirado do ar. 

Minutos depois do confronto, o programa voltou ao ar apenas com participação de Greenwald no estúdio. A partir daí, os demais participantes do Pânico passaram a discutir a ocorrência, se dividindo entre críticas ou defesa do comportamento dos convidados.

Em tempo: Os filhos de Greenwald e Miranda possuem 11 e 10 anos. Não importando que tipo de crítica se possa ter ao trabalho dele, não me parece nada adequado envolver dois menores de idade no caso.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais