Foto de Carlos Mazza
clique para exibir bio do colunista

Colunista de política, o jornalista Carlos Mazza coordena o O POVO Dados, núcleo que trabalha com reportagens a partir de bancos de dados. Já foi repórter de Política e repórter especial do O POVO.

Carlos Mazza política

PT reafirma candidatura em Fortaleza durante evento com Lula

Tipo Opinião
 (Foto: MAURI MELO)
Foto: MAURI MELO

Em congresso nacional realizado neste fim de semana em São Paulo, o Partido dos Trabalhadores reafirmou intenção de lançar candidaturas próprias "na principais e no máximo de cidades possíveis" do Brasil. Segundo lideranças cearenses do partido que participaram do evento, houve citação explícita de Fortaleza entre as cidades onde há orientação nacional por uma candidatura própria da legenda para a eleição para prefeito.

Mais do que confirmar uma candidatura petista na capital cearense - o que já é dado como certo há vários meses -, a deliberação do congresso sinaliza que a direção nacional do PT estará empenhada na disputa. Como o evento contou com participação e coordenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a reafirmação de candidatura própria petista em Fortaleza passa agora a ter outro peso.

A tese é incômoda para o grupo político liderado por Ciro Gomes (PDT) no Ceará, que deve apoiar candidato do PDT em Fortaleza e vive hoje em rota de colisão com petistas. Afinal de contas, uma coisa é disputar eleição contra um candidato petista solitário, como ocorreu em 2016, e outra bem diferente é concorrer contra uma candidatura "aditivada" por uma intensa presença do ex-presidente Lula na campanha eleitoral.

Atualmente, o nome mais cotado para disputar a Prefeitura de Fortaleza pelo PT é a deputada federal e ex-prefeita Luizianne Lins. Em 2016, ela chegou a concorrer à vaga e acabou na terceira posição, com 15% dos votos. Entre petistas, no entanto, a análise é de que aquele era "outro momento" para o partido, que acumulava forte desgaste decorrente do processo de impeachment de Dilma Rousseff (PT).

Lula no Ceará

No evento deste fim de semana, foi reafirmado ainda que Lula deverá manter intensa agenda de viagens nos próximos meses, "organizando a resistência popular aos retrocessos políticos do governo Bolsonaro. Segundo o presidente eleito do PT em Fortaleza, vereador Guilherme Sampaio, ainda não há previsão de passagem de Lula pelo Ceará, apesar de já existir articulação para trazer o líder petista à Capital.

Além da articulação pela visita de Lula, Guilherme Sampaio convidou ainda a presidente nacional do partido, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), para sua cerimônia de posse no comando do PT fortalezense, marcada para 13 de dezembro.

PT de olho em Caucaia

Além da eleição de Fortaleza, já está avançado no partido o entendimento por uma candidatura própria também em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. Atualmente, dois nomes são os mais cotados pelo partido: o do deputado estadual Elmano Freitas e da presidente da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce), Enedina Soares.

Caso se confirmem, as candidaturas de Luizianne e Elmano parecem reforçar a curiosa tendência de criação de "dobradinhas" para as disputas de Fortaleza e Caucaia. Atualmente, há movimento semelhante ocorrendo no Pros, que pretende lançar o deputado federal Capitão Wagner para a Prefeitura da Capital e o deputado estadual Vitor Valim para a do município da Região Metropolitana.

Um ano em duas semanas

Balanço do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) sobre o cadastramento biométrico em Fortaleza traz um dado curioso. Em cerca de duas semanas de funcionamento do mutirão da biometria no Centro de Eventos, a Justiça Eleitoral atendeu 67.985 eleitores - isso apenas no intervalo entre 11 de novembro até 22 de novembro.

Já no período entre 5 de novembro de 2018 e 8 de novembro de 2019 - ou seja, de mais de um ano -, o TRE-CE regularizou a situação de 47.711 eleitores de Fortaleza. Ou seja, em apenas onze dias, a Justiça Eleitoral atendeu 40% a mais de eleitores do que em um ano inteiro. De fato, o brasileiro gosta de deixar as coisas para a última hora.

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais