clique para exibir bio do colunista

Colunista de política, o jornalista Carlos Mazza coordena o O POVO Dados, núcleo que trabalha com reportagens a partir de bancos de dados. Já foi repórter de Política e repórter especial do O POVO.

CarlosMazza • NOTÍCIA

Governadores de seis estados prometem reforços ao Ceará se Bolsonaro não renovar GLO

Governadores do Maranhão, Bahia, Piauí e Rio de Janeiro já estariam dispostos a cooperar. Segundo o Estadão, São Paulo e Pará também devem se juntar ao grupo Por

Antes de o presidente Jair Bolsonaro ter confirmado renovação da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no Ceará, pelo menos seis governadores haviam sinalizado o envio de reforços de policiamento ao Ceará. A informação é da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Segundo a jornalista, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) já teria confirmado o "reforço" ao Ceará. "Há um movimento para cooperar", diz, destacando ainda que governadores do Rio de Janeiro, Bahia e Piauí também deverão apoiar o Estado.

Leia também:

Mesmo contrariado, Bolsonaro renova GLO do Ceará por uma semana

Segundo o jornal Estado de S. Paulo, os governos de São Paulo e do Pará também estariam envolvidos nas negociações. O reforço viria por meio do envio de tropas das PMs locais ao Ceará. O decreto de GLO vence nesta sexta-feira, 28.

Em transmissão ao vivo feita na noite desta quinta-feira, 27, Jair Bolsonaro se mostrou incomodado com pedido do governador Camilo Santana (PT) de renovar presença das Forças Armadas no Estado. "Resolva esse problema, que é do seu Estado", disse o presidente.

A GLO foi pedida por Camilo na semana passada, por conta do aprofundamento da crise na segurança pública do Estado provocada por movimentos de paralisação de PMs. Desde o início do movimento, na última terça-feira, 17, o número de homicídios no Estado disparou.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais