Foto de Carol Zilles
clique para exibir bio do colunista

Carol Zilles, sommelière, entusiasta e estudiosa de cerveja desde 2013, é fundadora e diretora da Cervejaria Capitosa, fundadora e membro da Confradelas (a maior confraria feminina do Nordeste); professora em cursos de formação profissional e de introdução; produtora de eventos cervejeiros, como o Congresso Mergulho na Cerveja, e divulgadora da cultura cervejeira, que prega o mantra

Carol Zilles gastronomia

Vide o rótulo

Rótulos da cervejaria Cinco Elementos: informação e identidade da marca (Foto: divulgação)
Foto: divulgação Rótulos da cervejaria Cinco Elementos: informação e identidade da marca

O rótulo das cervejas contém informações valiosas para quem está na dúvida sobre qual cerveja comprar ou sobre a melhor forma de consumir aquela que já está em suas mãos. Mas, apesar de ser feito para informar, o vocabulário e a maneira como as informações estão dispostas nele muitas vezes provocam muitos pontos de interrogação. Para entender a linguagem dos rótulos de cerveja, eis algumas dicas: 

Nome e endereço do produtor, do envasilhador e/ou do importador

São informações essenciais para identificar o responsável pela cerveja e de onde ela vem. Caso tenha algum problema com o produto, você sabe a quem reclamar. Lembre-se: quanto mais distante for produzida a cerveja, mais chances ela tem de não estar na sua melhor forma.

Número do registro no MAPA (Ministério da Agricultura)

Esse número é a garantia de que a cerveja é registrada e está de acordo com as leis. Se não tiver esse número no rótulo, saiba que ela nem deveria estar à venda.

Classificação: leve, comum, extra ou forte

De acordo com a lei, essa classificação é determinada por uma questão técnica: o percentual de extrato primitivo (açúcar inicial) no peso da bebida. Ao contrário do que muitos pensam, apesar da fermentação, nem sempre muito açúcar inicial vai se transformar em muito álcool no final. Ou seja, uma cerveja forte nem sempre será uma cerveja de alto teor alcoólico.

Classificação: puro malte, cerveja ou cerveja de...

Puro malte é a cerveja que tem apenas malte de cevada como fonte de açúcar. Se houver outras fontes minoritárias (como trigo, centeio, amido de milho ou de arroz) ela é denominada apenas cerveja. Se a maior parte do açúcar for proveniente de outro vegetal que não a cevada, deve estar escrito "cerveja de (nome do vegetal)". Vale dizer que o fato de ser Puro Malte não faz da cerveja necessariamente melhor ou pior.

Classificação: alta ou baixa fermentação

Cervejas de baixa fermentação são da família Lager e de alta fermentação são da família Ale. Existem muitos estilos de cerveja, bem diferentes entre si, dessas duas famílias. Portanto, cuidado: ao contrário da crença popular, nem todas as Lagers são claras e leves e nem todas as Ale são fortes e escuras. Para saber mais sobre a cerveja, atente-se ao estilo: Pilsen, Stout, German Lager, Vienna, IPA...

Ingredientes e alertas de alergênicos

Apesar de não exigir tabela nutricional, a lei exige a lista de ingredientes e o alerta para pessoas alérgicas. Os ingredientes são colocados na ordem do que tem mais para o que tem menos.

Graduação alcoólica

É expressa em porcentagem de volume de álcool etílico, à temperatura de vinte graus Celsius. Muitas vezes esse percentual vem acompanhado das letras ABV (Alcohol by Volume). Cerveja sem álcool é a que tem até 0,5% ABV. Se a cerveja tiver mais de 6,5% ABV, preste atenção, pois ela já é um tanto alcoólica!

Informações de conservação e armazenamento

Apesar de não ser obrigatório, muitos rótulos dão dicas para que você garanta que a sua cerveja dure mais sem perder as características originais. Dicas como não congele, armazene na vertical e abrigue longe da luz e do calor são bastante comuns e valem para todas as cervejas. Se no rótulo constar que a cerveja está viva ou que não foi pasteurizada, é recomendável mantê-la sempre sob refrigeração. E lembre-se: cerveja não é bebida de guarda - quanto mais fresca, melhor

Informações sensoriais

Ajudam o consumidor a saber o que ele vai sentir ao beber a cerveja: referências de cor, descrição de aromas, sabores, formação de espuma... Uma das mais relevantes é o grau de amargor, já que tem os que amam e os que odeiam esse gosto. Para saber, veja o número do IBU (International Bitternerss Units): ele vai até cerca de 100. Quanto menor o número, menos amarga. Se você não gosta de amargor, evite IBU maior que 30.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais