Clovis Holanda
clique para exibir bio do colunista

É editor de cultura, entretenimento e do conteúdo social produzido e publicado pelo O POVO. Sua coluna trata de economia, política e costumes a partir de personagens em evidência no Ceará, Brasil e no mundo.

NOTÍCIA

Quem somos perante os sete pecados capitais?

Pelo quarto ano consecutivo, Jeff Bezos é a pessoa mais rica do mundo conforme o levantamento da Forbes. Sua fortuna está estimada em US$ 177 bilhões, US$ 64 bilhões a mais do que no ano passado - resultado do aumento das ações da Amazon
Pelo quarto ano consecutivo, Jeff Bezos é a pessoa mais rica do mundo conforme o levantamento da Forbes. Sua fortuna está estimada em US$ 177 bilhões, US$ 64 bilhões a mais do que no ano passado - resultado do aumento das ações da Amazon

Eu estou assim: passo o dia me alimentando como um adulto saudável, equilibrado e consciente e termino a noite abraçado com uma banda inteira de um ovo de Páscoa, resquícios do domingo. Alguém se identifica?

É que à medida que o dia vai avançando, aquela tentativa de construir 24h sem angústia, medo e ansiedade cai por terra. Daí que o lado hedônico do cérebro domina o juízo. SOS!

Processar num só dia mais de 4000 mortes por Covid-19, metade da população brasileira sem garantia de alimentação e a lista da Forbes demonstrando o crescimento do número de bilionários no País (mais 11 entraram no clube em ano de pandemia) é muita informação para digerir.

Tudo isso em meio a uma discussão, entrando por todos os poros, sobre o preconceito racial expendido pelo professor João Luís Pedrosa no Big Brother Brasil. Juristas, acadêmicos, pensadores, todos dando suas visões sobre o supracitado episódio. Pausa na vida, vamos falar sobre a novela de ontem?

Não desmerecendo a importância da necessária discussão do racismo, mas, pelo visto nos últimos meses, estas cápsulas de polêmica midiática estão funcionando como um transe coletivo em meio à inércia na qual nos metemos ou nos enfiaram. É o mesmo efeito do cacau, é químico, é prazer, é ilusão.

Já que falei em poros e, seguindo nesta toada, há uma tendência - alerta de nojeira! - ganhando espaço na Internet. São os perfis de instagram e Tiktok dedicados a vídeos com a exibição microscópica da extração de cravos na pele. Isso mesmo que você leu. Tem até nome, são os #cravolovers.

Pessoas que passam minutos, várias vezes por dia, vendo esteticistas manipulando narizes, testas, orelhas, bochechas de terceiros, que terminam limpinhas. Tudo isso com trilha sonora relaxante ao fundo e muitos comentários falando da satisfação que cada imagem proporcionou. Quem duvida de que isso não seja uma hipnose dos novos tempos?

"Alô, alô marcianos..." chegou a hora a vez de vocês!

Voltando à lista dos poderosos da Forbes, vi um cruzamento relacionando os negócios para onde fluiu o dinheiro nos últimos anos e os sete pecados capitais. Tudo a ver:

Luxúria: Tinder

Gula: IFood

Raiva: Twitter

Vaidade: Instagram

Preguiça: Netflix

Inveja: Facebook

Ganância: Linkedin

Opiniões contrárias e recursos ao exposto podem ser enviados pelos Correios. Até chegar, tudo já vai ter mudado de novo...

Mateus Costa-Ribeiro: aos 21 anos, é mestre em Direito por Harvard e acaba de conseguir o registro profissional para atuar como advogado nos EUA. Performance chamou a atenção do mundo.
Foto: Reprodução Instagram
Mateus Costa-Ribeiro: aos 21 anos, é mestre em Direito por Harvard e acaba de conseguir o registro profissional para atuar como advogado nos EUA. Performance chamou a atenção do mundo.

Saindo dessa avalanche financeiro-social no modelo "ultra high-low", abro brecha para aplaudir o brasileiro Mateus Costa-Ribeiro que, aos 21 anos, acaba de ser aprovado no BAR de Nova York, a OAB de lá, após finalizar mestrado em Harvard.

Fenômeno, realizou sua primeira sustentação oral aos 14 anos no STF, em um caso no qual saiu vencedor. Sua performance foi notícia em vários jornais do mundo e, vivendo em NY, se prepara para ser vacinado por estes dias.

Nesta seara dos influentes da toga, ressurge no jogo eleitoral de 2022 um personagem que andava caladinho: o ex-presidente do STF Joaquim Barbosa.

A jornalista Carolina Brígido, setorista do Judiciário desde 2001, revelou no UOL os movimentos do magistrado para dar o peso do seu nome a uma candidatura à esquerda capaz de derrotar Bolsonaro. Não descarta, inclusive, seu apoio a Lula, embora ainda duvide da candidatura do petista.

É como digo, ainda tem tanta água para rolar - com fel ou chocolate. E quem opta por se excluir da realidade, tenho um lembrete, pelas palavras do grande jurista Cançado Trindade, brasileiro que integra a Corte Internacional de Justiça de Haia: "A sorte de cada um está inexoravelmente ligada à sorte dos demais". 

"Entre nós" agora no rádio

A Rádio O POVO CBN estreia, no próximo dia 12, a nova grade de sua programação. Diretor de Jornalismo das Rádios, Jocélio Leal coordenou as mudanças com foco no princípio maior do Grupo O POVO: informação com credibilidade e relevância. A seção "Entre Nós", um dos bordões que uso por aqui, vai virar um quadro fixo de segunda a sexta, ao vivo, com inserção entre 9h e 11h, dentro do programa "O POVO no Rádio". Vou falar sobre o quê? Tudo! Acompanhem.

Boa quinta-feira, até amanhã... 

Clique na imagem para abrir a galeria
Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais