clique para exibir bio do colunista

É editor do conteúdo social produzido e publicado pelo O POVO. Sua coluna trata de economia, política, cultura e sociedade a partir de personagens em evidência no cotidiano do Estado e do País.

clovis-holanda • NOTÍCIA

Pandemia: pegos de calças curtas?

Por

Edmar Fernandes
Foto: Sindicato dos Médicos/ Divulgação
Edmar Fernandes

 

Presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, médico Edmar Fernandes, que é filiado ao Pros, vem sendo apontado como um dos candidatos da categoria nas próximas eleições. Ele nega qualquer intenção política neste momento, mas segue agenda dinâmica de fiscalização e denúncia de carências e possíveis irregularidades nos postos de saúde e hospitais públicos do Estado.

Sucessor de Mayra Pinheiro na entidade, comunga das mesmas posições políticas e opiniões técnicas no contexto da pandemia, o que não é unanimidade na categoria.

Em conversa comigo, destacou alguns pontos sobre a conjuntura. Seguem trechos:

 

Isolamento Social

"Ele foi a ferramenta utilizada e talvez a única, no início dessa pandemia, no estágio da propagação do vírus para evitar que a população ficasse contaminada de repente e tivesse gravidades e precisasse de muitos leitos que nosso sistema de saúde, principalmente aqui no ceará, não tinha. Há anos denunciamos a falta de estrutura de saúde para a população, mesmo em épocas ditas normais. Pacientes já morriam por falta de leitos de UTI, muitos já ficavam nos corredores".
Protocolo com cloroquina"O uso da cloroquina e destes outros medicamentos que estão sendo testados ao vivo para muitos estudiosos é a única arma, é o único tratamento efetivo para diminuir a possibilidade do paciente evoluir para a forma grave, mas lembrando que o Sindicato dos Médicos defende a autonomia dos médicos. Os médicos não podem ser pressionados de nenhuma forma para prescrever medicamentos que, pela sua conduta moral e ética ele ache que não é devida. Existe o protocolo da cloroquina, os médicos já estão liberados para utilizar, mas se ele não achar pertinente, não pode ser obrigado a fazer esta prescrição".

Ações do Sindicato do Médicos

"Já existem várias ações simultâneas movidas pelo Sindicato, algumas individuais, como em grupos, Vai desde a falta de pagamentos até a cobrança das diferenças do Plano de Cargos e Carreiras dos servidores do Estado, que estão há 12 anos sem receber essa diferença. A pandemia veio como um acréscimo dessas necessidades. Profissionais precisando dos equipamentos de proteção individual e também da precisão de uma remuneração diferenciada para dar um estímulo, porque os médicos estão caindo, estão doentes, e não estão sendo recompensados".


Sistema de Saúde

"O nosso sistema de saúde aqui no Ceará é limitado. Nos últimos anos a gente acompanhou o fenômeno do paciente entrar na Justiça para ter acesso a leitos de UTI. Pacientes `internados´ nos corredores dos hospitais.Chegou a ter 450 pacientes internados. No final do ano passado tinham 180 pessoas nos corredores dos hospitais. Isso já demonstra a falta de infraestrutura adequada. Já não estava dando conta para as doenças endêmicas e sazonais que já tínhamos. O sistema já era falho e já denunciávamos isso. Para a gente ter sofrido menos agora, precisaríamos ter um sistema mais robusto, para que nossa população pudesse estar sendo melhor acompanhada. Já entramos num grave vírus que pegou uma população desassistida".

Infraestrutura e atendimento

"Por que a descrença nos nossos gestores de saúde? Sabemos das nossas limitações financeiras, que eles sempre lembram que nós não temos condições, que somos um estado pobre, eles fazem hospitais de campanha que não vão ficar de legado para a população. Foi um gasto estimado de R$ 85 milhões para este hospital temporário no Presidente Vargas, que depois vai ser desmanchado. R$ 85 milhões que vão desaparecer das contas públicas e ele vai ser totalmente destruído, todos estes leitos vão desaparecer, isso não vai ficar para a população depois, que vai voltar a ter aqueles mesmos sofrimentos diários. Então tem aí a questão do resgate de uma infraestrutura física, de profissionais para atender a estes pacientes e á disponibilidade de exames para todos eles. É difícil". 

Futuro 

"Está diminuindo o fluxo de pacientes nas emergências, mas ainda existem pacientes graves que precisam de leitos de UTI de retaguarda", 

Disputado encontro de fé

Ticiana de Paula
Foto: divulgação
Ticiana de Paula

Todos os dias, às 15 horas, cerca de três mil pessoas se reúnem para acompanhar e rezar o terço da misericórdia, ao vivo no instagram, com a missionária Ticiana de Paula. São mensagens de encorajamento, de esperança e de inspiração à luz do evangelho.

Devido aos comentários que circulam na live, é lá, também, que muita gente se "atualiza" sobre as ocorrências - tristes e vitoriosas - desses dias de pandemia.

Nesses dias, uma amiga ligou para outra perguntando as "novidades" do terço, ao que ela respondeu: "mulher, eu fecho meus olhos para rezar, fico curiando a vida alheia nos comentários não".

França descobrindo um novo normal

Clique na imagem para abrir a galeria

Esta semana, no balneário de Couchant, La Grande-Motte (França), Prefeitura demarcou faixa de areia para banhistas poderem usufruir da praia, mas sem aproximação. Fiquei imaginando como se dará nosso retorno às barracas da Praia do Futuro, a nova organização no restaurante da praia do Beach Park, o Aterro da Praia de Iracema, a Praia dos Crush (antigo Lido) e por aí vai... 

Naomi 50'

Clique na imagem para abrir a galeria

Aniversariante de ontem, top model Naomi Campbell chega aos 50 anos em pleno vigor e sucesso. Precursora da presença de mulheres negras em postos de destaque da cena fashion mundial, ela guarda em si capítulos emblemáticos da história da moda. Hoje, também incursiona pelo mundo das redes, com canal no Youtube onde compartilha visões e experiências.

E tem mais...

A advogada e fundadora do Movimento de Valorização da Mulher, Clara Silveira, e a psicóloga e especialista em violência doméstica e abordagem sistêmica Socorro Fagundes são as convidadas, deste sábado, do projetos "Vozes que Renascem".

Às 16 horas, pelas redes sociais do Grupo Mulheres do Brasil, as duas discutem a violência contra a mulher, que tem aumentado substancialmente em tempos de isolamento social. Encontro virtual aberto a todos.

Aniversariante da semana, Natália Recamonde ganhou homenagem via Loucuras de Amor.

Padaria Plazza, sempre uma ótima pedida, mantendo o senso de normalidade, já está toda enfeitada com bandeiras juninas. Pé de moleque pode, né?

Maira Aderaldo muito cumprimentada pela nova idade.

Emocionantes os vídeos, compartilhados pelo cantor Paulo Benevides, com seu pai, professor Sérgio Benevides, entoando as mais lindas e clássicas canções em família. Mais uma triste perda para a Covid-19.

Uma das marcas do povo brasileiro é o sorriso aberto, e agora todos de máscara, como vamos fazer?

 

Amanhã no Vida&Arte

Alfredo Barros
Foto: Sonia Lage/ Divulgação
Alfredo Barros

Alfredo Barros, diretor da Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual do Ceará, é um dos profissionais que falam sobre o poder da música no ser humano, especialmente em momentos de dor. Reportagem vem acompanhada de vídeos exclusivos na plataforma O POVO Mais.

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais