Foto de Dicas da Tais
clique para exibir bio do colunista

Arquiteta e Urbanista, especialista em Arquitetura e Projetos Sustentáveis e Mestra em Ciência da Cidade. Professora Universitária e atuante na área da Construção Civil, da Arquitetura e do Design de Interiores

Dicas da Tais arquitetura e construção

Piso vinílico ou laminado? Qual o melhor para o seu ambiente?

O que ainda é mais procurado é o piso vinílico colado e o laminado clicado para reduzir ainda mais o tempo de obra, a dor de cabeça da quebradeira e muitas vezes até o custo
Tipo Análise
Saiba diferenciar o piso vinílico do laminado e até mesmo do de madeira e faça a escolha de acordo com o seu perfil e orçamento (Foto: Urban_JM por Pixabay )
Foto: Urban_JM por Pixabay Saiba diferenciar o piso vinílico do laminado e até mesmo do de madeira e faça a escolha de acordo com o seu perfil e orçamento

Tem gente aí querendo mudar uma coisinha em casa e essa coisinha é o piso todo? Sabia que dá para fazer isso tudo sem quebrar nada e ainda em poucos dias (dependendo da área de aplicação)?

Que mágica é essa, né? A mágica se chama: PISO VINÍLICO E PISO LAMINADO. São desses pisos que vamos falar hoje.

Na verdade, existem vários tipos e texturas dos dois rapazes aí de cima no mercado, mas o que ainda é mais procurado é o piso vinílico colado e o laminado clicado para reduzir ainda mais o tempo de obra, a dor de cabeça da quebradeira e muitas vezes até o custo.

Qual a diferença dos dois?

Na aparência, existem muitas texturas parecidas, mas a gente tem algumas diferenças entres os dois.

O piso vinílico é feito de PVC, aplicado com uma cola específica para pisos vinílicos que vai ser aplicada no seu porcelanato antes de colocá-lo.

Já o piso laminado é de MDF, ele vai ser montado que nem um quebra cabeça em cima do seu piso e a parte boa é que se você quiser retirar ele depois e levar para outro canto, dá super certo.

Cada um tem os seus pontos positivos e negativos, hoje inclusive já temos até piso vinílico clicado também, a diferença é somente o custo. E podemos também aplicar o piso vinílico de diferentes orientações (diagonal, retinho, etc).

Mas quer uma opinião? O piso vinílico é bem mais durável, por conta disso, o preço acaba sendo maior. O piso laminado, já que é de MDF acaba sendo menos resistente, apesar de ambos não serem tão indicados para ambientes molhados, como a cozinha, os banheiros, a varanda, etc...

Outra coisinha, o piso vinílico, por ser de PVC não estraga assim com tanta facilidade, tá? Sendo bem aplicado, ele dura um tempão, você não vai precisar se preocupar com outro piso tão cedo. Mas, contudo, todavia, entretanto, mesmo de material bom e resistente, água é água, não é mesmo? Então, cuidado!

Um outro ponto bom também do piso vinílico é que são ótimos isolantes térmicos e acústicos, por isso que é bem utilizado para quartos e salas de TV. Mas, os laminados, fazem um pouquinho mais de barulho por ser de madeira (imagine-se pisando em um tablado de plástico duro e uma madeira, a madeira vai fazer bem mais estalado que o plástico, não é? Mas tudo é resolvido, colocar manta acústica, por exemplo).

Falando nisso, muita gente pergunta se tem problema ter piso laminado e piso vinílico para quem tem animal de estimação.

Aí assim, sinceramente falando, se seu pet for acostumado a fazer as necessidades fora de casa ou no local certo, esses pisos não vão te dar problema, mas se ele não souber, talvez não seja uma boa escolha, além do que, para as patinhas dos animais, ele escorrega um tiquinho (mas o porcelanato polido também).

E os valores?

Ambos os pisos têm de vários preços, mas o piso vinílico, como ele oferece uma melhor durabilidade, acaba que seu investimento vai ser um pouco maior do que o laminado. Mas o laminado as vezes compensa mais dependendo de onde você vai colocar.

Por exemplo: vai alugar uma loja por um tempo? Laminado!

Vai comprar um apartamento e vai integrar sala e cozinha? Vinílico! (Caso a opção não seja trocar de porcelanato).

Vai de cada bolso também. Não é apenas comprar e aplicar, você precisa comprar: o piso, a cola, o rodapé, pagar aplicação (mão de obra) em um lugar realmente bom e tchanam... Piso pronto.

É importante também lembrar, que para quem não quer gastar tanto ou criar somente alguns espaços de fotos, existe também o piso vinílico adesivo, EU, Taís, não gosto e não indico, mas existe.

Acho um pouco mais artificial e com o tempo, ele vai se soltando, mas o piso vinílico de PVC, se não for bem aplicado, se solta também, então é sempre importante confiarmos em quem vai aplicar, tendo sempre cuidado com a boa frase: “O barato, às vezes, sai caro”, e bote caro nisso.

Tenha cuidado para não arranhar seu piso com objetos pontiagudos(Foto: Steve Johnson por Pixabay )
Foto: Steve Johnson por Pixabay Tenha cuidado para não arranhar seu piso com objetos pontiagudos

E a limpeza? Eles mancham?

Eu sempre gosto de comentar da limpeza, porque é muito chato quando você tem uma coisa nova e a manutenção em relação à limpeza deixa a desejar, mas ao contrário do que muitos pensam, o piso vinílico tem uma facilidade imensa de ser limpo e é bem resistente às manchas, mas é importante lembrar que ele risca com mais facilidade já que ele não é tão resistente aos impactos FORTES.

Então, para a galera que gosta de salto e tem muitos objetos pontiagudos, mesmo não pisando com tanta força e não jogando os objetos no chão, é bom ter cuidado para não arranhar, ok?

O laminado segue a mesma linha de raciocínio de limpeza, mas MDF é MDF, PVC é PVC.

E outra coisa que a gente vai repetir para não esquecer: pode ser o piso vinílico e o piso laminado que for, se a mão de obra de aplicação (acabamento) não prestar, você vai jogar seu dinheiro, literalmente, no lixo.

Então, pesquisa bem antes de decidir porque texturas tem de sobra, o difícil mesmo é achar quem aplica bem, mas existe.

Para resumir e ficar mais prático, ai vai uma tabelinha:

Piso vinílico Piso laminado 
Existem colados (mais comuns) e clicados (não muito comum ainda em Fortaleza) Apenas clicados (encaixe)
Material: PVC (Mais resistentes e duráveis) Material: MDF
Maior Conforto Térmico e Acústico Menor Conforto Acústico
Na retirada do piso, não dá para aproveita-lo e a cola pode danificar o seu piso original Dá para aproveitar e retira-lo caso você queira mudar de local
“Resistentes” à POUCA água, mas não a prova de água “Resistentes” à POUCA água, mas não a prova de água
Mais possibilidades de paginações/formatos (diagonais, etc) Menos possibilidade de paginações/formatos diferentes


E aí, decidiu? Partiu trocar o piso de casa?

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais