Logo O POVO Mais
Foto de Editorial
clique para exibir bio do colunista

O que O POVO pensa sobre os principais assuntos da agenda pública

Editorial opinião

Editorial: Ajude a salvar vidas; doe sangue

Hoje, 25 de novembro, é o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, cujo objetivo é homenagear aqueles que ajudam a salvar vidas e estimular mais pessoas a seguirem esse exemplo humanitário. A propósito da data, o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) está realizando campanha de incentivo à doação de sangue, que segue até o próximo sábado (27/11/2021), junto com hemocentros de todo o País.

O Hemoce — vinculado à Secretaria da Saúde do Estado — atende à demanda de 480 unidades de saúde, respondendo por 100% da necessidade da rede do Sistema Único de Saúde (SUS) no Ceará. É, ainda, responsável pelo cadastro de doadores de medula óssea, e referência para o atendimento de pacientes com problemas de coagulação no sangue e doenças em que ocorre alteração na produção de hemoglobina.

Durante a pandemia do novo coronavírus, os hemocentros brasileiros tiveram redução no estoque de sangue, deixando o volume abaixo dos níveis de segurança. O afastamento dos doadores decorreu do temor ao contágio, mesmo com os hemocentros adotando medidas de distanciamento social e agendamento prévio.

Nesse contexto, a importância do Hemoce pode ser observada pelo fato de o Ceará, mesmo com a pandemia, ter mantido os seus estoques "dentro da margem de segurança transfusional", como informa Nágela Lima, coordenadora de Captação de Doadores do Hemoce. No período da pandemia, houve situações em que o Ministério da Saúde precisou acionar o plano nacional de contingência para transferir bolsas de sangue de unidades de estados mais abastecidos para áreas com estoques em nível crítico, com o Ceará contribuindo nessas ocasiões.

Com relação a números, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que cada país tenha pelo menos 1% de sua população cadastrada como doadora de sangue. No Brasil, o índice é 1,6%, correspondendo a 16 doadores para cada grupo de mil habitantes. Mesmo assim, alertam especialistas, é importante aumentar esse quantitativo, para manter os estoques sempre em nível seguro.

As festas de fim de ano que, infelizmente, têm como consequência o aumento dos acidentes nas ruas e estradas, acendem um sinal alerta nos hemocentros de todo o País. E o perigo desta vez vem dobrado, pois alguns prefeitos e governadores estão programando eventos de grande porte para as festas de fim de ano. No Brasil, o número de casos e de mortes por Covid arrefece, mas acontece uma recidiva da doença na Europa, indicando que o momento é de prudência.

É preciso lembrar que a situação confortável do Hemoce não permite relaxar, pois esse é um trabalho intenso, exigindo continuidade, pois nunca pode parar. Por isso o esforço desse evento, a Semana Nacional do Doador, que se repete a cada ano.

Agora, com vacina no braço, 62% da população cearense completamente imunizada contra a Covid-19, aumenta a tranquilidade para comparecer ao Hemoce. Ajude a salvar vidas - seja um doador. n

 

Foto do Editorial

Ôpa! Tenho mais informações pra você. Acesse minha página e clique no sino para receber notificações.

Essa notícia foi relevante pra você?
Recomendada para você

"