Eliomar de Lima
clique para exibir bio do colunista

O jornalista Eliomar de Lima escreve sobre política, economia e assuntos cotidianos na coluna e no Blog que levam seu nome. Responsável por flashes diários na rádio O POVO/CBN e na CBN Cariri.

Noticia

Ceará é o segundo no ranking de indústrias do Nordeste, aponta CNI

O levantamento foi realizado em alusão ao Dia da indústria, celebrado nessa terça-feira, em todo o País
Ricardo Cavalcante é presidente da Fiec (BARBARA MOIRA/ O POVO)
Ricardo Cavalcante é presidente da Fiec (BARBARA MOIRA/ O POVO)

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará celebra um grande feito. De acordo com levantamento apresentado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Ceará ocupa a segunda colocação entre os estados do Nordeste em relação à quantidade de estabelecimentos industriais, ficando atrás apenas da Bahia.

O Ceará, hoje, concentra 14.027 indústrias. O setor é responsável por 18,1% do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado. Ainda segundo a CNI, os principais segmentos da indústria cearense são: construção civil (26,7%), serviços industriais de utilidade pública (20,3%), couros e calçados (9,5%), alimentos (8,8%) e metalurgia (7,3%).

Outro destaque do levantamento diz respeito à energia elétrica gasta nas indústrias. De acordo com a CNI, a tarifa média de energia elétrica do Estado para consumidores industriais é de 609,25 R$/MWh, ou seja, 6,2% menor se comparada à tarifa média do País.

Levando em conta o panorama nacional, nosso Estado aparece em 13º lugar do ranking, sendo responsável por 1,9% da atividade industrial do Brasil. As três primeiras colocações são ocupadas por São Paulo, que responde por 29,8% da indústria nacional, Rio de Janeiro (11,4%) e Minas Gerais (10,9%).

Mais empregos

Ainda segundo a pesquisa da CNI, a indústria cearense emprega hoje 360.553 pessoas. O número representa 20,3% do emprego formal estadual. O Estado responde ainda por 21,1% do emprego industrial da região Nordeste.

Segundo o presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante, os resultados trazidos pelo levantamento da CNI ressaltam o quanto a indústria cearense tem avançado e o grande potencial do setor. “Ficamos muito felizes com os resultados do estudo produzido pela CNI. Ver o Ceará na segunda colocação do ranking Nordeste, no que diz respeito à quantidade de estabelecimentos industriais, só nos mostra o quanto estamos no caminho certo, o quanto nosso Estado aposta no empreendedorismo e na competência profissional, e o quanto a FIEC tem apoiado e defendido a indústria local.”

SERVIÇO

*Confira o levantamento: https://noticias.portaldaindustria.com.br/noticias/economia/cni-divulga-perfil-da-industria-nos-26-estados-e-no-distrito-federal/

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais