clique para exibir bio do colunista

Editor Chefe de Esportes do O POVO; apresentador do Futebol do POVO na TV O POVO, rádio O POVO CBN AM e plataformas digitais; comentarista de esportes da Rádio O POVO CBN FM e AM; além de Comunicação, é formado em Direito.

fernandograziani • Opinião

Título, prêmios, receita, rankings, Sul-Americana: 10 fatos inéditos na história do Fortaleza em 2019

O ano tem sido bastante relevante para o Tricolor Por

O ano de 2019 tem sido bastante relevante para o Fortaleza. Dentro e fora de campo o clube tem conseguido atingir metas até então inéditas em mais de 100 anos de existência.

Os motivos são diversos, desde o trabalho do técnico Rogério Ceni, do elenco comprometido e dos diversos braços da diretoria executiva, que tem buscado profissionalização em todos os setores após passar por dificuldades financeiras e estruturais em 2017. O desafio, evidente, é tornar o bom momento perene, algo que sempre é mais complicado do que atingir as metas.

Abaixo, a coluna lista 10 fatos já concretizados neste cenário de situações até então não vividas pelo Fortaleza:

1. Título da Copa do Nordeste: depois de campanha sólida em toda competição, o Fortaleza bateu o Botafogo-PB na final;

2. Via Série A, garantia de participação em torneio internacional pela primeira vez: Copa Sul-Americana 2020;

3. Garantia de fazer jogo oficial fora do Brasil também pela primeira vez: já está definido pela Conmebol que o adversário da fase inicial será obrigatoriamente estrangeiro;

4. Maior receita da história do clube: cerca de R$ 70 milhões;

5. Melhor colocação na história do ranking da CBF: no mínimo, 23º lugar (estava na 33º em dezembro de 2018) na atualização de dezembro;

6. Melhor campanha de uma equipe cearense na história dos pontos corridos com 20 clubes: meta foi garantida com os 49 pontos atingidos após vitória sobre o Goiás, neste domingo, ainda que faltem duas rodadas para a finalização da competição;

7. Maior média de público do Nordeste na história dos pontos corridos: mais de 31 mil pagantes por partida no Castelão;

8. Conquista do mais importante prêmio de marketing da história do clube: realização da campanha a favor da prevenção ao suicídio recebeu reconhecimento do El Ojo Iberoamerica, principal premiação da região em publicidade e propaganda;

9. Recorde de camisas vendidas e faturamento com marca própria, Leão 1918: cerca de 120 mil camisas e R$ 10 milhões;

10. Maior faturamento da história do clube com o projeto sócio-torcedor: cerca de R$ 20 milhões

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais