clique para exibir bio do colunista

Editor Chefe de Esportes do O POVO; apresentador do Futebol do POVO na TV O POVO, rádio O POVO CBN AM e plataformas digitais; comentarista de esportes da Rádio O POVO CBN FM e AM; além de Comunicação, é formado em Direito.

fernandograziani • Opinião

Ceará e a missão de recuperar Leandro Carvalho e Wescley, a dupla de R$ 8 milhões

Por

As diversas - e boas - contratações do Ceará para o início da temporada 2020 acabaram por minimizar uma missão relevante do clube: a recuperação técnica de Wescley e Leandro Carvalho, as duas maiores contratações do time em toda a história centenária do ponto de vista financeiro.

Contratados por valores relevantes - R$ 4.4 milhões por Wescley e R$ 3,6 milhões por 60% dos direitos econômicos de Leandro - ambos tiveram um 2019 ruim; mostraram poucos recursos e não ajudaram a equipe quando foi necessário, tanto que sequer aparecem nas prévias dos torcedores para o time titular.

Wescley tem 28 anos e dificilmente dará retorno financeiro, mas ainda é possível que dê retorno técnico. Não é mau jogador, mas precisa de empenho real pessoal e de encaixe no esquema que Argel vai montar, preferencialmente atuando como alternativa no meio-campo ofensivo e não grudado em uma das linhas laterais.

Leandro Carvalho é mais jovem, tem 24 anos (marcou cinco gols ano passado em 36 partidas) e também necessita se reinventar, a começar pela postura do atleta em campo, com muitas reclamações, que prejudicam a equipe e seu rendimento com as suspensões em escala; para além disso, necessita levantar a cabeça, atuar de forma coletiva, entender seu papel. Tem talento e potencial até para dar retorno financeiro ao clube.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais