Foto de Gastronomia
clique para exibir bio do colunista

Gastronomia vida & arte

Que delícia de caju!

A safra do caju se aproxima... e com ela, muitas possibilidades gastronômicas derivadas dessa maravilha que é a cara do Ceará!
Tipo Opinião
Espaguete ao pesto de caju (Foto: fotos Bia Leitão)
Foto: fotos Bia Leitão Espaguete ao pesto de caju

Agosto chegou e com ele o tempo dos ventos. Quem mora em Fortaleza sabe que é quando começa a época de clima mais agradável do ano. É momento de sentar em lugares abertos, jogar conversa fora com os amigos numa mesa na calçada, apreciar a dança da copa das árvores seguindo o ritmo dos ventos.

Com a ventania, vêm de vez em quando nuvens pesadas e, de repente, do nada, pá, cai uma chuva torrencial e rápida. Mas pera, que chuva é essa? De onde vem? Afinal o período de chuva encerrou faz alguns meses. É isso mesmo, caros, é a afetiva e esperada chuva anunciando a safra do caju.

Porém, o melhor anúncio que essas precipitações trazem, além do clima agradável, é o resultado dela que se pode tocar, colher, cheirar e comer: o maravilhoso caju. Não adianta procurar bons cajus em outras épocas. Precisamos estar atentos aos sinais da natureza e suas sazonalidades. As frutas têm seu tempo e estarmos sensíveis para entender isso e aproveitar a dádiva de tê-las em sua estação faz parte do respeito ao bioma em que estamos inseridos.

Tenho uma relação afetiva com o caju e os cajueiros. Além de terem sido maravilhosos playgrounds na minha infância na década de 1980 na Cidade dos Funcionários, forneciam os melhores lanches do mundo. Frescos, doces, amarelos
e suculentos.

E o caju é daquelas coisas mágicas que a natureza faz e que você sente que é um presente. Além da polpa doce e suculenta, a gente ainda tem a dádiva da maravilhosa castanha, uma oleaginosa adocicada, nutritiva e de sabor único que é extremamente versátil na cozinha, passeando tanto por pratos doces como salgados. Segue uma receita revisitada com a nossa preciosa castanha e super prática.

Portanto caros amigos alencarinos, é época de Caju. Viva!!!

Pesto rápido de coentro, castanhas e pimenta de cheiro

Ingredientes:

200g de coentro lavado (caules e folhas)

250ml de azeite extravirgem

Suco de 1 limão tahiti

50g de castanha de caju

2 dentes de alho

Sal e pimenta do reino

10 g de pimenta de cheiro sem sementes

50g de queijo coalho (opcional)

Preparo:

Bata todos os insumos num liquidificador até obter um preparo homogêneo. Se colocar uma pedrinha de gelo o seu pesto fica bem verdinho. A dica mais importante aqui é: NUNCA AQUEÇA SEU PESTO. Com o calor ele separa e desunera. Portanto, ao puxar uma massa, apague o fogo e só então coloque o pesto na massa, agregando bem. Finalize com queijo e castanhas para um preparo vegetariano. Se quiser pode usar como molho de proteínas. Ele vai muito bem com frangos, carnes vermelhas e cortes suínos.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais