Logo O POVO Mais
Foto de Henrique Araújo
clique para exibir bio do colunista

Henrique Araújo é jornalista e mestre em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Articulista e cronista do O POVO, escreve às quartas e sextas-feiras no jornal. Foi editor-chefe de Cultura, editor-adjunto de Cidades e editor-adjunto de Política.

PT adia convenção para discutir composição de chapa com "forças anti-bolsonaristas"

Vereador Guilherme Sampaio (Foto: MAURI MELO)
Foto: MAURI MELO Vereador Guilherme Sampaio

O PT em Fortaleza adiou em três dias a convenção partidária, antes prevista para 13 de setembro.

Presidente da legenda no município, o vereador Guilherme Sampaio disse à coluna que esse adiamento vai permitir ao PT um “tempo, usual nesse tipo de campanha importante como é numa capital, para diálogos nacionais e locais, com forças anti-bolsonaristas com vistas à composição da chapa”.

A nova data do encontro agora é dia 16, o último do prazo legal. “De fato, faremos a convenção dia 16, vamos definir horário”, acrescentou Sampaio.

Em Fortaleza, PT e PDT ainda tentam fechar acordo para uma aliança contra o deputado federal e candidato homologado Capitão Wagner (Pros).

As tratativas vêm sendo conduzidas pela pré-candidata e deputada federal Luizianne Lins (PT) e o governador Camilo Santana.

A mudança no calendário do PT sinaliza para uma possibilidade de entendimento com as “forças anti-bolsonaristas” citadas expressamente por Guilherme Sampaio, um opositor do prefeito Roberto Cláudio (PDT) na Câmara.

Esse discurso é o mesmo de aliados do governador dentro do PT, como o deputado estadual Acrísio Sena, que defendem uma chapa única com PDT. 

Segundo o vereador, “a executiva do partido havia se reunido e tirado uma sugestão para ser discutida com Luizianne”.

“Para o PT, o envolvimento da militância é muito forte e significativo na arrancada de campanhas”, continuou o presidente da executiva municipal, que disse procurar uma fórmula que considerasse esse ponto. 

Estamos chegando a um modelo híbrido. Em função disso, estamos achando melhor fazer no dia 16”, explicou.

As convenções híbridas, todavia, estarão autorizadas a partir do dia 14 de setembro.

Foto do Henrique Araújo

Política como cenário. Políticos como personagens. Jornalismo como palco. Na minha coluna tudo isso está em movimento. Acesse minha página e clique no sino para receber notificações.

Essa notícia foi relevante pra você?
Recomendada para você

"