clique para exibir bio do colunista

Henrique Araújo é jornalista e mestre em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Articulista e cronista do O POVO, escreve às quartas e sextas-feiras no jornal. Foi editor-chefe de Cultura, editor-adjunto de Cidades e editor-adjunto de Política.

HenriqueAraujo • NOTÍCIA

Policiais apresentam nova proposta com apenas três itens; pedido de anistia continua

Pauta anterior dos PMs tinha 18 pontos. A anistia aos soldados era o principal deles. Comissão discute neste momento a nova proposta, na sede da OAB-CE Por

Após horas de reunião, os policiais militares cortaram 15 dos 18 itens de sua pauta de reivindicação. Agora, a lista de pedidos se concentra em proposta salarial, carga horária de 40 horas e anistia aos soldados que tenham sido alvo de processo.

O documento com os pontos e uma tabela salarial alternativa foi levado para uma rodada de discussões ainda hoje, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-CE). Caso haja acordo, é possível que a paralisação da PM, que já dura 12 dias, se encerre ainda nesta sexta-feira.

Participam do encontro na OAB o presidente da entidade, Erinaldo Dantas; o advogado Waldir Xavier; o representante da PM, coronel e também advogado Walmir Medeiros; além de representantes do Ministério Público do Estado, Executivo e Legislativo.

Também hoje, o presidente da Assembleia, deputado José Sarto, disse que não haverá anistia a “bandido”. A Casa começa a votar amanhã proposta que veta anistia para PMs. Governador do Estado, Camilo Santana (PT) reforçou que não existe hipótese de anistiar militares.

Antes, a pauta dos PMs apontava como principal pedido a anistia. Agora, o item foi deslocado como terceira prioridade.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais