Foto de Iara Costa
clique para exibir bio do colunista

Estagiária e colunista de futebol feminino e pautas raciais do Esportes do O POVO. Estudante de Jornalismo no Centro Universitário Sete de Setembro (UNI7), já passou por assessorias de imprensa e foi repórter colaborativa da plataforma de notícias VAVEL Brasil

Iara Costa esportes

Reinício do futebol feminino no Brasil nas Séries A1 e A2

Notinhas sobre os Campeonatos Brasileiros Femininos Série A1 e A2, transmissões de futebol na TV e sobre os times de Ceará e Fortaleza na modalidade
Artilheira da Série A1, Bia Zaneratto não volta ao Palmeiras após a Olimpíada (Foto: Fabio Menotti / Ag. Palmeiras)
Foto: Fabio Menotti / Ag. Palmeiras Artilheira da Série A1, Bia Zaneratto não volta ao Palmeiras após a Olimpíada

Recomeçam neste fim de semana os Campeonatos Brasileiros Séries A1 e A2. Pelas quartas de final, o Grêmio-RS recebe o Palmeiras-SP às 15 horas, no próximo sábado. No domingo, 15, a Ferroviária-SP joga diante do Santos-SO em casa e o Corinthians-SP vai a Florianópolis (SC) enfrentar o Avaí/Kindermann-SC. Os jogos de ida se encerram na segunda-feira, 16, quando o Internacional-RS recebe o São Paulo. Vários grandes jogos, mas não há como não pensar que uma hegemonia tem se criado no futebol feminino brasileiro, já que essas mesmas equipes disputaram as quartas de final do Brasileirão Feminino A1 do ano passado.

Artilheira ausente

O campeonato irá recomeçar com uma grande ausência. Artilheira do torneio com 13 gols e 13 assistências, Bia Zaneratto não irá mais defender o Palmeiras. Ela havia sido emprestada pelo Wuhan Xinjiyuan-China ao clube alviverde. Embora tenha tentado bastante, o Verdão não conseguiu estender o vínculo com a atleta e a camisa 10 está de volta ao time asiático após a Olimpíada de Tóquio. 

Mais telas, mais divulgação

De acordo com o portal Notícias da TV, do UOL, o futebol feminino exibido pela Band nas noites de domingo, geralmente às 20 horas, tem dado bastante audiência e já chegou a passar o Masterchef, famoso programa de culinária da emissora, em pontos de Ibope. Analisando o sucesso do futebol feminino na concorrente, o grupo Globo firmou contrato com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para exibir um jogo por rodada do certame em seus canais. No próximo sábado, 14, o duelo entre Internacional e São Paulo terá transmissão do SporTV. Embora ainda seja no canal fechado, é um grande passo dado pela emissora. 

Reticências

Sendo a maior emissora do Brasil, entretanto, a Globo ainda tem pontos a melhorar quanto à presença de mulheres em seu jornalismo esportivo. É louvável que a emissora esteja aumentando o time feminino, mas ainda me parece atrasada quanto aos demais canais abertos. Desde o dia 1° de novembro de 2020 que Isabelly Morais narra jogos na Band. Até mesmo a TV Cultura, que está investindo aos poucos no esporte, já colocou mulher para narrar jogo, mas a Globo ainda não parece ter tido coragem o suficiente para colocar qualquer de suas duas ótimas narradoras, Renata Silveira e Natália Lara, para narrar qualquer partida em televisão aberta. O que está faltando para isso ocorrer?

Brasileirão A2 sem nordestinos

As semifinais do Brasileirão Feminino A2 ocorrem no domingo, 15. Às 10 horas, o Esmac-PA recebe o RB Bragantino-SP e às 15 horas, o Cresspom-DF joga em casa diante do Atlético-MG. Infelizmente, além de não ter nenhum time cearense, esta fase da competição também não possui nenhum time nordestino. Desvalorizados, os jogos terão apenas transmissões online.

E quanto aos times cearenses?

Fora de competições nacionais, Ceará e Fortaleza irão disputar neste ano o Campeonato Cearense Feminino 2021, com data prevista para o dia 18 de setembro. De férias, as Alvinegras iniciam os treinamentos para a competição na segunda quinzena desse mês. As Leoas já se preparam para ir em busca do bicampeonato. 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais