Foto de Ivonilo Praciano
clique para exibir bio do colunista

Ivonilo Praciano é jornalista formado pela Universidade Federal do Ceará. Atualmente, escreve a coluna Muito Prazer, no O POVO. Também apresenta o programa Gastronomia e Vinhos, da Rádio O POVO/CBN. Além disso, é ator e cantor.

Ivonilo Praciano vida & arte

Vem de Minas: Tradição mineira

Tipo Opinião
Marcos Antônio Queiroga  (Foto: Deisa Garcêz/Especial para O Povo)
Foto: Deisa Garcêz/Especial para O Povo Marcos Antônio Queiroga

Vem de Minas, esse nome é muito sugestivo e possibilita o encontro daqueles que desejam desfrutar de produtos muito especiais vindos diretamente de Minas Gerais, como o famoso torresmo pururuca preparado com geleia de pimenta, carne suína na lata, pernil de porco pronto e curtido na banha do porco, e ainda, somente para ilustrar e tornar mais expressivo seu desejo de correr para adquirir e degustar, vou apresentar o queijo do serro e o pão de queijo preparado com queijo de canastra. Você tendo essa leve roteirização da gastronomia mineira já pode perceber que o nome Vem de Minas tem total sentido de ser o primeiro portal desse local pequeno e simpático, espaço que está situado na Aldeota, exatamente na rua Pereira Filgueiras.

Marcos António Queiroga, sócio que comanda com propriedade a Vem de Minas, diz que tudo é devido à culinária de sua terra embutida dentro de sua essência. "Eu vivi degustando esses delicados e saborosos produtos preparados quase sempre de maneira totalmente artesanal e, quando não, o procedimento de elaboração é ainda manual. Sentimos em cada produto a essência da cultura culinária do povo mineiro que traz em seu íntimo a força dos tropeiros, pessoas de desbravar estradas e caminhos difíceis, porém, conquistados. Sendo assim nossa comida traduz muito dessa origem que nos fundamenta como pessoas de espírito forte e aguerrido".

Leia também | Conheça mais chefs, restaurantes e pratos especiais na coluna Muito Prazer

A culinária de cada localidade tem fundamentos basilares na cultura de seu povo. Nós cearenses também temos nossa gastronomia de origem indígena e do povo sertanejo habituados a caçar e levar também no embornal sua comida pronta e resistente para não estragar durante a viagem. Temos essa relação direta com o povo mineiro por isso que a Vem de Minas tem feito sucesso dentro da sua maneira de acolher seus clientes que buscam os sabores prazerosos como a linguiça caseira preparada com mostarda de ervas Milagre de Minas. Qual de nós cearenses que não comemos ainda uma linguicinha, como chamamos, preparada de maneira totalmente artesanal ou caseira? Nós gostamos de saborear um torresminho bem crocante e com suave sabor que vamos buscar na nossa ancestralidade.

Marcos Antônio declara que os produtos cearenses são muito bons, tendo como exemplo dado por ele o queijo coalho e muitas outras delícias, não podendo esquecer o baião de dois e a carne de sol. "Mas, como nós somos uma família mineira gostamos de privilegiar pequenos produtos que valorizam o terroir e a nossa produção industrial". Acredito que, com essa afirmativa, Marcos Antônio tenha declarado para nós cearenses que o que é nosso e vem de nossas raízes deve ser percebido e aprovado como nossa verdadeira essência porque estamos juntos gerando empregos no sertão e na cidade fundamentando nossa indústria alimentícia.

Prazer em conhecer: Marcos Antônio Queiroga

Realmente é uma satisfação grande conhecer uma pessoa que dedica sua vida a apresentar para outras aquilo que está profundamente embutido na sua alma. O que é verdadeiro como essência. E o que ele pode apresentar e entregar as outras pessoas com um prazer interior, íntimo. "Eu tenho origens, assim como muitos mineiros, dentro das cozinhas de nossas famílias. A comida que comemos reflete nossa essência cultural. O turismo de Minas, além de encontrar-se centrado nos monumentos históricos tem como base também a nossa culinária. Comer para nós é degustar nosso passado e se apropriar dele no presente. Somos assim! Mas, gostamos de experimentar os alimentos de outras localidades, porque assim podemos ampliar nosso paladar, porém temos orgulho de toda a nossa culinária. A comida representa a cultura dos povos. Vocês cearenses têm uma comida muito pessoal, saborosa e diversificada".

Vem de Minas

Onde: rua Pereira Filgueiras, 2020 loja 1 - Aldeota
Horário de funcionamento: de segundas-feiras às sextas-feiras das 9h às 18h e aos sábados das 9h às 14h
Telefones: 3104 4901 e 99927 7771 (WhatsApp)
Instagram: @vemdeminas

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais