Jocélio Leal
clique para exibir bio do colunista

Colunista e editor-chefe dos núcleos de Economia e Negócios do O POVO. Também é âncora da rádio O POVO-CBN e apresenta flashes na rádio CBN Cariri. É o editor-geral do Anuário do Ceará e do Guia de Investimentos de São Paulo

Análise

Contra as restrições, acolhimento

Abstraia que a ordem para cerrar portas dos bares e restaurantes mais cedo de segunda a sexta - e ainda mais cedo no fim de semana - é uma medida para deter a propagação do vírus. Abstraia que o fechamento dos acessos e saídas de Fortaleza nestes dias de Carnaval cancelado seja um esforço de contenção. Ou ainda. Abstraia que a exigência de uso da máscara seja uma medida de proteção. Pois bem, para um imenso contingente de brasileiros esta abstração é natural. Miram apenas nos danos causados por governadores e prefeitos. Ao mesmo tempo, encontram no discurso do presidente da República acolhimento. As medidas são restritivas e, por cerceadoras, antipáticas. Isto torna a cena desconcertante.

Ele afirma sem cerimônia que as medidas de isolamento social e de lockdown para combater o coronavírus não deram certo. No final de janeiro, em Sergipe, até cunhou: "O apelo que eu faço a todos os governadores é uma opinião apenas, não estou dizendo que está certou ou errado, a política de fechar tudo, [de] ficar em casa não deu certo. O povo brasileiro é forte, o povo brasileiro não tem medo do perigo". Um colo para a massa de empresários e trabalhadores (recrutados) e revoltados com as medidas.

O caso da pandemia é emblemático. Mas há uma série de outras situações na quais o bom senso - esta mercadoria mal distribuída - não chega ao Palácio do Planalto. A imprensa exibe uma lista desmesurada desde a posse. Comete erros, mas tem saldo. E qual o efeito? Por vezes parece inócuo. Assim como Lula, ele não tem eleitores, mas seguidores, e uma horda volúvel que um dia já amou o outro lado. Ele foi eleito, apesar de tudo, porque encarnou o contraponto aos escândalos de corrupção na Era petista. E, assim como Lula, não costuma descer do palanque. Seguirá nesta toada até 2022, por ora, como franco favorito, reproduzindo a coalizão de sempre. Aquela praticada por todos.

LOTAÇÕES

Festa no Interior

A proibição da circulação de veículos do transporte intermunicipal em Sobral não deixou vácuo. Quem mora nos municípios do entorno e precisa ir à cidade está acionando transportes alternativos. Motoristas de Santana do Acaraú, por exemplo, fazem o trajeto desde quinta-feira até o dia 18 - o período da proibição - por R$ 20 (ida e volta) em veículos particulares. Uma bagunça.

Praia da Baleia, em Itapipoca, no litoral oeste do Ceará
Foto: DIVULGAÇÃO SETUR
Praia da Baleia, em Itapipoca, no litoral oeste do Ceará

PRAIA

Baleia entra em ranking de pouca aglomeração

O jornal O Globo fez uma matéria sobre o primeiro verão na pandemia e listou sete praias brasileiras com pouca aglomeração. O Ceará entrou com a Praia da Baleia, em Itapipoca. Você concorda? Além da praia cearense, lista Atins, no Maranhão; Praia do Cedro, em Ubatuba (SP); Galinhos, no Rio Grande do Norte; Praia do Bonete, Ilhabela (SP); e Praia da Engenhoca, Itacaré (BA).

Wally Menezes foi o candidato mais votado
Foto: DOWGLAS LIMA - DIVULGAÇÃO
Wally Menezes foi o candidato mais votado

IFCE E EMPRESAS

Duas pesquisas bem promissoras

Duas pesquisas no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) foram assinadas já este ano e têm comum serem bastante promissoras. Inovaeye, CPDI, IFCE e Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura (FCPC) assinaram parceria para criar um dispositivo embarcado, o Notebraille, capaz de permitir a escrita de textos por pessoas cegas e o download dos textos para um computador, tablet ou smartphone. A diretora do Polo de Inovação, Cristiane Borges, diz que o dispositivo poderia ser utilizado nos processos de alfabetização, ensino regular e atividades laborais por pessoas cegas. Tem orçamento de R$ 798.117,64.

Outra pesquisa, esta do IFCE com a AL Tecnologia da Informação Eirele, Biocheminova e FCPC trabalha um sistema de gerenciamento de resíduos de medicamentos em farmácias. É composto por hardware e software embarcado, além de módulos em computação em nuvem. Orçamento de R$565.647,05. O reitor eleito Wally Menezes (foto) assume oficialmente dia 20 com o IFCE bem posicionado.

SINDICATOS

Lojistas com inveja dos comerciários

Os lojistas vivem as agruras das restrições impostas pelo Governo do Estado na pandemia. Uma dona de loja se lamuriava na sexta-feira por ter de pagar dobrado por estes dias a serem trabalhados no Carnaval que não existe. Ademais, depois dar férias em dobro. E mais: pagar vale-refeição dobrado na segunda e na terça. Não é fácil. Nestas horas, emerge uma ponta de inveja do sindicato dos comerciários e um lamento pelo sindicato deles.

5G e IA

Huawei lança cursos grátis no Ceará

A Huawei Brasil abriu inscrição com o IFCE para dois novos cursos focados em 5G e inteligência artificial. Ambos grátis. A chinesa coopera com 46 universidades e institutos brasileiros (65% são do Nordeste e três são do Ceará - além do IFCE, UFC e Uece). Quem faz, obtém certificação internacional válida por três anos. A empresa está no Brasil há 23 anos, além de infraestrutura de telecomunicações, capacita mão de obra local. E agora mira ansiosa pelo leilão do 5G, para desgosto dos norte-americanos.

Horizontais

Visone - As Óticas Visão terão a companhia da marca Visone, posicionada em segmento mais alto de renda e com desenho pronto para virar uma franquia.

Rádio - Segunda-feira, 15h33min, tem Mercado Imobiliário na rádio O POVO CBN e CBN Cariri.

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais