Jocélio Leal
clique para exibir bio do colunista

Redator do blog e coluna homônimos, diretor de Jornalismo da Rádio O POVO/CBN e CBN Cariri, âncora do programa O POVO no Rádio e editor-geral do Anuário do Ceará

NOTÍCIA

Ford lança o Mustang Mach 1 por R$ 499 mil

O Ford Mustang Mach 1 está vindo para o Brasil. Produzido em edição limitada, o Mach 1 começa a ser vendido nas concessionárias especializadas da marca em pré-reserva com entrega em junho; faz de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos
Quarta geração do clássico, o novo Mach 1 também é o primeiro Mustang conectado da América do Sul
Quarta geração do clássico, o novo Mach 1 também é o primeiro Mustang conectado da América do Sul

 Fortaleza - O Ford Mustang Mach 1 está vindo para o Brasil. Produzido em edição limitada, o Mach 1 começa a ser vendido nas concessionárias especializadas da marca com preço base de R$ 499.000 (que pode variar com os impostos estaduais).

O novo modelo substitui a versão Black Shadow no Brasil. A Ford abriu nesta sexta-feira (16) os pedidos de reserva do modelo,  para entrega a partir de junho. O carro é apresentado como o Mustang V8 5.0 mais preparado para as pistas de todos os tempos.

O primeiro Mach 1 foi lançado em 1969. Naquele ano, o posicionamento era o de fazer uma ponte entre o Mustang GT e o Shelby®.

Em seu ano de estreia, estabeleceu 295 recordes de velocidade e resistência. Teve duas atualizações em 1974 e 2003. Agora, 17 anos depois, como modelo 2021, estreia com o motor mais potente da linha.

Entre outros avanços, o novo Mach 1 anuncia várias peças dos icônicos modelos Bullitt, Shelby® GT350 e Shelby® GT500, incluindo sistema de arrefecimento do diferencial traseiro e radiador da transmissão. A Ford diz que é o primeiro Mustang conectado, com o aplicativo FordPassTM Connect para acesso remoto a funções do veículo.

De 0 a 100 km/h em 4,3 segundos

O Mustang Mach 1 de quarta geração a celera de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos, tem velocidade máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente.

O conjunto é formado por motor Coyote V8 5.0 e transmissão automática de dez velocidades e conta com uma calibração que gera, segundo a fabricante, um ganho de 17 cv, entregando a potência de 483 cv (a 7.250 rpm) e torque máximo de 56,69 kgfm (a 4.900 rpm).

O Mach 1 tem também um novo conversor de torque, com promessa de trocas mais rápidas, e componentes de alta performance. Entre eles, lista a barra antitorção e o sistema de indução de ar “open air box” do Mustang Bullitt.

O coletor de admissão, o corpo de borboletas maior, o sistema de arrefecimento do motor e o radiador da transmissão vêm do Shelby® GT350.

Já o escapamento, o difusor traseiro, o conjunto de braços e buchas da suspensão traseira e o sistema de arrefecimento do diferencial traseiro são compartilhados com o Shelby® GT500.

A suspensão adaptativa MagneRide, com fluido eletromagnético viscoso, também conta com uma calibração exclusiva, o que segundo a Ford, aumenta a performance na pista.

“A agilidade do Mach 1 impressiona. Com a nova calibração do motor e da transmissão e o novo conversor de torque, que torna as trocas mais rápidas e precisas, tanto para cima como para baixo, ele tem um desempenho incomparável na pista. Mas é importante destacar que também continua sendo um carro agradável para uso na cidade, em baixo giro”, disse Alexandre Machado, diretor de Engenharia da Ford América do Sul.

Referências clássicas

O Mustang Mach 1 tem muitas  referências históricas. A esportividade das linhas é realçada pelo extenso trabalho de refinamento aerodinâmico, que pretende fazer o carro parecer “colado” ao chão.

A frente traz uma nova grade, com o emblema do cavalo no centro e dois grafismos redondos que remetem aos faróis auxiliares do modelo 1969.

O para-choque também tem desenho exclusivo, com um novo difusor inferior e duas entradas de ar laterais para suprir os novos radiadores.

Na lateral, os grafismos nas portas e na região inferior da carroceria se conectam com o carro original, complementados pelo emblema Mach 1 no paralama dianteiro.

As rodas de 19 polegadas com acabamento cinza brilhante deixam à mostra os freios Brembo®.

Os pneus são 255/40 R19 na dianteira e 275/40 R19 na traseira.

Na traseira,  novo aerofólio de perfil discreto, bem como o difusor com recortes triangulares e as quatro ponteiras de escapamento integradas, trazidos do Shelby® GT500. As lanternas são interligadas por uma faixa preta, com a assinatura Mach 1 no centro.

O novo assoalho  tem a missão  declarada de ajudar a direcionar o fluxo de ar para refrigeração do motor, da transmissão e dos freios quando o carro trabalha no limite.

O Mustang Mach 1 é disponível em oito combinações de cores exclusivas.

O cinza Dover traz faixas pretas com contorno laranja. Nos modelos branco Ártico, preto Astúrias e prata Orvalho, esse contorno é vermelho. Já no azul Indianápolis, laranja Astana, vermelho Arizona e amarelo Talladega o contraste é feito com o branco.

Modos de direção

O modelo tem sete modos de direção – Normal, Esportivo, Esportivo+, Pista, Drag, Neve/Molhado e My Mode.

Com um comando no painel, eles variam os parâmetros de: velocidade da troca de marchas, resposta do acelerador, atuação dos freios ABS, controle de estabilidade, ajuste da direção, suspensão adaptativa e ruído do escapamento.

O painel de instrumentos digital de 12 polegadas permite ao motorista personalizar cores e mostradores e dá acesso aos Track Apps, que inclui o marcador de 0 a 100 km/h e o Line Lock para “burn out”.

Modo silencioso

O bom senso é do motorista. Mas opção ele tem. O escapamento com ajuste de válvula ativo oferece quatro níveis sonoros: silencioso, normal, esportivo e pista.

O modo silencioso pode ser agendado, por exemplo, para não incomodar os vizinhos de manhã. Nos modos esportivo e pista o som fica mais encorpado, uma sensação incomparável para os fãs de performance. Uma virtude ou um defeito, conforme o perfil do feliz comprador.

Segurança

Os freios dianteiros Brembo® de 15” com pinças de alumínio, seis pistões de 36 mm e pastilhas desenvolvidas para as pistas.

Na parte de segurança autônoma, é equipado com alerta de colisão com detecção de pedestres e frenagem de emergência, assistente de permanência em faixa e alerta de fadiga.

Tem ainda oito airbags (frontais, de cortina, joelhos e tórax), controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, câmera de ré com sensor de estacionamento, farol alto automático, sensor de chuva e monitoramento individual de pressão dos pneus.Conectividade 

O Mach 1 é o primeiro Mustang conectado da América do Sul, equipado com o sistema FordPassTM Connect que dá acesso a informações e comandos do veículo pelo celular. Como, por exemplo, travar e destravar portas com apenas um toque, de maneira remota, ou ingressar no veículo sem a chave.

O usuário também pode dar partida remota e ligar o ar-condicionado para deixar o carro na temperatura ideal, pronto para sair. No Ceará, muito útil. O sistema ainda envia notificação de alarme em tempo real e mostra a localização do veículo. Outra vantagem é não ser surpreendido por pneus com pressão baixa, usando o sistema de monitoramento.

O Mach 1 tem central multimídia SYNC 3 com navegação e comando de voz, que permite fazer e receber ligações sem tirar a mão do volante, além de conexão com Apple CarPlay ou Android Auto.

O seu sistema de áudio premium da Bang & Olufsen oferece uma experiência acústica de altíssima qualidade, com 1.000 W de potência, 12 alto-falantes e subwoofer de 8 polegadas.

Os bancos fazem um tributo ao Mach 1 original, com recortes horizontais e um detalhe de cor contrastante no encosto – laranja na versão cinza Dover e em tom claro nas demais. O revestimento em couro perfurado serve também ao sistema de aquecimento e resfriamento
Foto: DIVULGAÇÃO
Os bancos fazem um tributo ao Mach 1 original, com recortes horizontais e um detalhe de cor contrastante no encosto – laranja na versão cinza Dover e em tom claro nas demais. O revestimento em couro perfurado serve também ao sistema de aquecimento e resfriamento

A frente traz uma nova grade, com o emblema do cavalo no centro e dois grafismos redondos que remetem aos faróis auxiliares do modelo 1969. O para-choque também tem desenho exclusivo, com um novo difusor inferior e duas entradas de ar laterais para suprir os novos radiadores
Foto: DIVULGAÇÃO
A frente traz uma nova grade, com o emblema do cavalo no centro e dois grafismos redondos que remetem aos faróis auxiliares do modelo 1969. O para-choque também tem desenho exclusivo, com um novo difusor inferior e duas entradas de ar laterais para suprir os novos radiadores

ntre outros avanços, o modelo de 483 cv conta com peças dos icônicos Bullitt, Shelby® GT350 e Shelby® GT500
Foto: DIVULGAÇÃO
ntre outros avanços, o modelo de 483 cv conta com peças dos icônicos Bullitt, Shelby® GT350 e Shelby® GT500

O Mustang V8 teve os pedidos de reserva abertos nesta sexta-feira (16) no Brasil
Foto: DIVULGAÇÃO
O Mustang V8 teve os pedidos de reserva abertos nesta sexta-feira (16) no Brasil

 

Clique na imagem para abrir a galeria
Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais