Foto de Jocélio Leal
clique para exibir bio do colunista

Redator do blog e coluna homônimos, diretor de Jornalismo da Rádio O POVO/CBN e CBN Cariri, âncora do programa O POVO no Rádio e editor-geral do Anuário do Ceará

Edital do concurso da Saúde no Ceará sai na quarta-feira

O secretário da Saúde, Cabeto Martins, anunciou para a próxima quarta-feira o edital para o concurso público do Ceará. Até o fim do ano serão chamados cinco mil profissionais. Com validade de dois anos, o concurso pode chegar a 20 mil convocações
Tipo Notícia
O GOVERNADOR Camilo Santana ao lado do secretário Cabeto (Foto: REPRODUÇÃO)
Foto: REPRODUÇÃO O GOVERNADOR Camilo Santana ao lado do secretário Cabeto

Fortaleza - O secretário da Saúde, Cabeto Martins, anunciou para a próxima quarta-feira edital para o concurso público do Ceará. Até o fim do ano serão chamados cinco mil profissionais. Com validade de dois anos, o concurso pode chegar a 20 mil convocações.

O pessoal convocado vai trabalhar na condição de empregado público, em regime de CLT, na Fundação Regional de Saúde (Funsaúde). Dentre os locais de alocação, o Hospital Geral de Fortaleza (HGF), Hospital de Messejana, Albert Sabin e o novo hospital da Uece, os quatro em Fortaleza.

Afora a Capital, Cabeto diz que os aprovados serão destinados à rede de hospitais do Interior, como Limoeiro do Norte (a abrir até agosto) e Quixeramobim, onde estudam como operar o curso de medicina da Uece. Cabeto planeja instalar uma teia de hospitais de alta complexidade, com atendimento de casos de politramautismo, por exemplo.

Segundo Cabeto, o salário-base de um médico com 40 horas semanais será de R$ 23 mil, caindo para R$ 13 mil em carga horária de 24 horas. Para 30 horas semanais, um profissional de enfermagem perceberá cerca de R$ 7 mil.

Os concursados terão plano de ascensão e ganhos por produtividade.

Ao tempo em que contrata os profissionais, o Governo vai deixando de utilizar pessoal por meio das cooperativas profissionais. "Hoje o Estado paga à Cooperativa tudo igual e a cooperata fica com 30% a 40% do que é pago", disse Cabeto.

O certame tem como banca responsável a Fundação Getúlio Vargas.

Em 24 de março de 2020, a criação do Funsaúde foi sancionada pelo governador Camilo Santana (Lei 17.1786/2020). Na época, ele já anunciara a realização do concurso público. 

A Funsaúde é coordenada pela Secretaria da Saúde do Ceará. A intenção do Estado é transmitir os serviços assistenciais para a Fundação.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais