Foto de Jocélio Leal
clique para exibir bio do colunista

Redator do blog e coluna homônimos, diretor de Jornalismo da Rádio O POVO/CBN e CBN Cariri, âncora do programa O POVO no Rádio e editor-geral do Anuário do Ceará

Sergio Díaz-Granados é o novo presidente do banco CAF

O colombiano Sergio Díaz-Granados é o novo presidente-executivo do CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina). Assume o cargo em 1º de setembro , por um período de 5 anos
Tipo Notícia
Sergio Díaz-Granados  assumirá a Presidência do CAF em 1º de setembro de 2021 por um período de cinco anos (Foto: DIVULGAÇÃO)
Foto: DIVULGAÇÃO Sergio Díaz-Granados assumirá a Presidência do CAF em 1º de setembro de 2021 por um período de cinco anos

Cidade do México- O colombiano Sergio Díaz-Granados é o novo presidente-executivo do CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina). Assume o cargo em 1º de setembro , por um período de 5 anos. O nome foi aprovado pelo Conselho de Administração, integrado pelos ministros da Economia e Finanças, presidentes de bancos centrais e outras autoridades econômicas dos países acionistas. 

A reunião mista (presencial e virtual) ocorreu no Palácio Nacional do México. Em junho, a S&P Global Ratings revisou para positiva a perspectiva para o CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina). O risco de crédito de emissor de longo e curto prazo de 'A+/A-1', respectivamente.

Hoje Sergio é diretor-executivo para a Colômbia no Grupo do BID. Já foi ministro do Comércio, Indústria e Turismo da Colômbia, vice-ministro de Desenvolvimento de Negócios e presidente dos Conselhos de Administração do Bancóldex e ProColombia. Também foi congressista e presidente do Comitê de Assuntos Econômicos da Câmara dos Representantes.

Ele é advogado e especialista em Governo e Finanças pela Universidade Externado da Colômbia, com pós-graduação em Gestão Pública para o Desenvolvimento Social pelo INAP (Espanha). Concluiu estudos superiores em Direito Constitucional, ministrado pela Universidade de Salamanca (Espanha).

Sobre o Banco

O CAF é uma instituição líder na América Latina e uma das principais fontes de financiamento multilateral para a região, com aprovações anuais que ultrapassam US$ 14 bilhões para o desenvolvimento e integração regional.

Desde o início de suas operações em 1970, a instituição aprovou mais de US$ 200 bilhões para melhorar a qualidade de vida dos latino-americanos. Da mesma forma, o CAF se consolidou como um importante think tank com visão global e um elo entre a América Latina e o resto do mundo.

É composto por 19 países - 17 da América Latina, além de Portugal e Espanha - e 13 bancos privados. É uma das principais fontes de financiamento multilateral e um gerador de conhecimento para a região. 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais