Foto de Jocélio Leal
clique para exibir bio do colunista

Redator do blog e coluna homônimos, diretor de Jornalismo da Rádio O POVO/CBN e CBN Cariri, âncora do programa O POVO no Rádio e editor-geral do Anuário do Ceará

Pague Menos declara crescimento no lucro líquido de 683%

O aumento no Lucro líquido de 683% no trimestre, em relação ao segundo trimestre de 2020. Em números absolutos, R$ 71,6 milhões, no maior lucro trimestral da sua história. No segundo tri deste ano, a Pague Menos registrou faturamento recorde de R$ 2 bilhões
Inauguração Pague Menos no Maranhão (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação Inauguração Pague Menos no Maranhão

Fortaleza - A cearense Pague Menos declara um resultado histórico: aumento no lucro líquido de 683% no trimestre, em relação ao segundo trimestre de 2020. Em números absolutos, R$ 71,6 milhões, o maior lucro trimestral da sua história. A margem líquida cresceu 3,0p.p. e atingiu 3,5%.

No acumulado do ano, o lucro líquido foi de R$ 115,8 milhões, 20,6% acima do registrado em todo o ano de 2020.

O Ebitda ajustado (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) dos meses de abril, maio e junho de 2021 alcançou R$ 192,3 milhões, aumento de 37,7% contra o 2T20. A margem Ebtida foi de 9,4%, aumento de 1,1p.p. em relação ao 2T20.

No segundo tri deste ano, a Pague Menos aumentou o crescimento de vendas e registrou faturamento recorde de R$ 2 bilhões, alta de 20,6% em relação ao segundo tri do ano passado.

A categoria de produtos de marcas próprias totalizou R$ 125,2 milhões em vendas no trimestre, aumento de 22,5% em relação ao 2T20, representando 6,2% das vendas totais.

A alta performance das vendas é atribuída à melhoria de indicadores operacionais. Um dos principais foi o índice de ruptura de estoques que reduziu 40% em relação ao 2T20 - menor patamar em três anos - com incremento de 6,6% no sortimento de itens vendidos.

O resultado, diz a empresa, se deve ao aperfeiçoamento do algoritmo de reposição de produtos e aumento na frequência de abastecimento de lojas, além da diversificação da base de fornecedores e distribuidores.

No 2T21 foram investidos anunciados R$ 68,1 milhões. A maior parte do investimento foi direcionada para a expansão orgânica e reformas de lojas. Foram inauguradas seis lojas no trimestre, localizadas, sobretudo, no Nordeste.

O ritmo de inaugurações aumentará neste trimestre. “Contamos com um conjunto de mais de 130 novos pontos aprovados, dos quais 80 com contratos assinados e em fase de implantação - e inauguração prevista para os próximos trimestres. É importante destacar que, mesmo com a aquisição do portfólio de lojas da Extrafarma, continuamos com muitas oportunidades mapeadas para a expansão orgânica, e por isso o ritmo de abertura de lojas não será afetado”, disse em comunicado ao mercado o CEO, Mário Queirós.

A Pague Menos se declara a única rede do varejo farmacêutico presente nos 26 estados e no Distrito Federal. Com mais de 20 mil funcionários, está em 327 municípios e opera 1.101 lojas. Tem ainda uma plataforma omnichannel.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais