Foto de Ana Karina Frota
clique para exibir bio do colunista

Mestre em Ciência Política pela Universidade Clássica de Lisboa, Pós-graduada em Comércio Exterior pela Universidade Católica de Brasília, Presidente da Câmara Setorial de Comércio Exterior e Investimentos da Adece, Gerente do Centro Internacional de Negócios da FIEC, Membro do Conselho de Relações Internacionais da FIEC – CORIN.

Argentina: o 3º destino das exportações cearenses

Visando a ampliação das relações comerciais com a Argentina, foi criada oficialmente a Câmara do Comércio, Indústria e Turismo Brasil Argentina no Ceará
Tipo Opinião
Calçados é um dos principais itens exportados do Ceará para Argentina (Foto: Miguel Ângelo)
Foto: Miguel Ângelo Calçados é um dos principais itens exportados do Ceará para Argentina

O Ceará exporta para aproximadamente 145 países. Ocupando a terceira posição no ranking dos principais países de destino das exportações do Estado está a Argentina. Apesar da grave crise econômica pela qual o país passou, a economia do país segue com inflação moderada, números recordes no superávit comercial e recuperação dos investimentos.

Na Argentina, a economia é baseada especialmente na agricultura e na pecuária. A produtividade da agricultura Argentina está pontuada entre as mais altas do mundo. O país é um grande produtor e exportador de cereais, sendo o seu principal produto o trigo.

A maior parte do trigo importada pelo Ceará tem como origem o mercado Argentino. A exportação de produtos derivados da pecuária, como a carne de gado e a, é de grande importância para a economia. Outro destaque são as técnicas de refrigeração e de processamento da carne.

Visando a ampliação das relações comerciais com a Argentina, foi criada oficialmente a Câmara do Comércio, Indústria e Turismo Brasil Argentina no Ceará (CBACE). A Câmara tem como objetivo prioritário ampliar a relação comercial, evidenciando uma mudança de eixo e colocando o Ceará em destaque. A intenção é fortalecer essa relação e avançar no tema da Cooperação Internacional.

É importante e necessário promover e incentivar o desenvolvimento das relações comerciais, econômicas e sociais entre a Argentina e o Ceará; incentivar a estruturação de negócios envolvendo empresas cearenses e argentinas e desenvolver ações destinadas a ampliar e reforçar as relações econômicas e empresariais entre o Ceará e a Argentina. 

É relevante a realização de uma agenda voltada para a facilitação do comércio, para a redução dos custos logísticos e diminuição dos custos de transação por meio da simplificação e desburocratização dos procedimentos relacionados ao comércio exterior.

O Estado do Ceará é um grande exportador de calçados para a Argentina e tem potencial para incrementar, expandir e diversificar essa pauta.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais