Logo O POVO Mais
Foto de Karine Nascimento
clique para exibir bio do colunista

Jornalista formada pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Apaixonada por basquete, foi repórter do NBB em Fortaleza. Primeira mulher a comentar uma partida de futebol na TV cearense. Autora do livro A Verdadeira Regra do Impedimento, sobre a história do futebol feminino estadual

LeBron é protegido? Rápida suspensão após agressão reacendeu o debate na NBA

Ala do Lakers recebeu um jogo de suspensão após cotovelada no rosto de Isaiah Stewart, que pegou duas partidas de gancho por "perseguir LeBron James de forma agressiva"
Isaiah Stewart ficou indignado após sofrer cotovelada (Foto: Nic Antaya / Getty Images / AFP)
Foto: Nic Antaya / Getty Images / AFP Isaiah Stewart ficou indignado após sofrer cotovelada

A vitória do Los Angeles Lakers sobre o Detroit Pistons, no último domingo, poderia ter sido apenas um jogo com resultado previsível na atual temporada da NBA. No entanto, a confusão ocorrida no início do terceiro quarto fez com que a partida continuasse sendo discutida no decorrer da semana.

Na disputa pelo rebote de um lance livre, LeBron James acertou uma cotovelada em Isaiah Stewart, pivô dos Pistons. Pelas imagens, se não for possível garantir que o lance foi intencional, é aceitável, pelo menos, dizer que a força empregada no movimento foi além da necessária. “Um lance bem temerário”, poderia apontar algum comentarista de arbitragem das transmissões futebolísticas. Com o supercílio ensanguentado, Stewart quis partir para cima do camisa 6, mas foi contido — com muita dificuldade — por companheiros e pela comissão técnica. LeBron foi ejetado da partida com uma falta flagrante 2, e Stewart também foi expulso, por receber duas faltas técnicas.

Na segunda-feira, a NBA anunciou a punição de um jogo de suspensão a LeBron, e duas partidas para Stewart, e foi aí que a discussão de “proteção” da Liga ao astro dos Lakers voltou à tona. Na verdade, esse debate não passa muito tempo esquecido. Na temporada passada, também foi questionado o fato de a NBA não ter punido o craque após o ala ter participado de uma comemoração que também contou com o rapper Drake e o ator Michael B. Jordan. Na época, por causa das medidas mais rígidas contra a Covid, jogadores flagrados em aglomerações poderiam entrar no protocolo de saúde e perder alguns jogos.

Após o jogo contra o Pistons, Anthony Davis, companheiro de LeBron, reforçou que “todos na Liga sabem que LeBron não é um cara sujo” — e, de fato, essa foi apenas a sua segunda expulsão em 18 anos de carreira —, e que o camisa 6 tentou pedir desculpas após o ocorrido. No entanto, por outro lado, também é compreensível a contestação sobre LeBron ter sido suspenso por menos jogos que Stewart. Isaiah errou ao aumentar as proporções do lance — e, por isso, deveria sim receber uma punição —, mas, ainda assim, foi uma reação ao lance desencadeado por LeBron.

Geralmente, não existem suspensões longas em casos de briga ou agressão. No entanto, talvez seja o momento para as punições da Liga, como um todo, serem analisadas. Reiterando o que já foi dito até aqui, Stewart recebeu dois jogos de suspensão por “perseguir LeBron James de forma agressiva” e LeBron foi afastado por um só jogo por “acertar o rosto de Isaiah e iniciar o conflito”. Pensando em outros lances que ocorreram apenas neste ano, Nikola Jokic, do Nuggets, e Patrick Beverley, então no Clippers, também foram suspensos por um jogo após empurrarem fortemente um adversário pelas costas, e Marcus Smart, do Celtics, recebeu a mesma punição de um jogo afastado após “direcionar linguagem ameaçadora a um oficial do jogo”. Muito mais do que dois pesos e uma só medida.

Foto do Karine Nascimento

Ôpa! Tenho mais informações pra você. Acesse minha página e clique no sino para receber notificações.

Essa notícia foi relevante pra você?
Recomendada para você

"