Foto de Lucas Mota
clique para exibir bio do colunista

Lucas Mota é repórter de Esportes de O POVO. Estudou jornalismo na Universidade 7 de Setembro e na Universidad de Málaga (UMA). Ganhou o Prêmio CDL de Comunicação na categoria Webjornalismo e o Prêmio Gandhi de Comunicação na categoria Jornalismo Impresso, e ficou em 2º lugar no Prêmio Nacional de Jornalismo Rui Bianchi

Lucas Mota esportes

Para atingir meta traçada de G10, Ceará precisa ter média de pontuação de campeão

Professor do Departamento de Matemática da UFMG, Gilcione Nonato Costa detalha probabilidades de o Ceará terminar entre os dez primeiros do Brasileirão
Ceará e Bahia se enfrentaram na noite desta quarta-feira, 27, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela Série A (Foto: Felipe Oliveira/BahiaEC)
Foto: Felipe Oliveira/BahiaEC Ceará e Bahia se enfrentaram na noite desta quarta-feira, 27, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela Série A

Com 33 pontos na 15ª colocação, a meta do elenco do Ceará de alcançar pelo menos o G10 da Série A do Campeonato Brasileiro, revelada pelo presidente Robinson de Castro, está cada vez mais distante. Faltando dez rodadas para o fim da competição, o objetivo estipulado pelos jogadores é improvável de se concretizar.

>>> Vencendo os jogos-chave, o Ceará não vai cair, diz estatístico da UFMG; veja probabilidades

A probabilidade de o Ceará terminar o Brasileirão entre os dez primeiros é de apenas 14,6%. A projeção foi feita pelo professor do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minais Gerais (UFMG), Gilcione Nonato Costa, em entrevista ao FutCast, podcast do O POVO, no qual apresento ao lado dos colegas Thiago Minhoca e Afonso Ribeiro.

"Eu diria que hoje seria pouco provável o Ceará chegar (entre os dez primeiros). Para chegar lá, precisa fazer entre 51, 52 pontos. Se ele terminar com 50 pontos, ele tem 50% de chance de terminar entre os dez primeiros. Então, estou dizendo que é cara ou coroa. Se fizer 51, 52 pontos, possui ótimas chances de chegar entre os dez primeiros", analisa o professor.

Conforme o especialista, o Alvinegro precisaria ter média de pontuação de campeão. "Teria que fazer mais 20 pontos. É muito difícil de fazer, (média) de dois pontos por jogo. É pontuação de campeão. É difícil projetar isso."

Na Série A, o líder Atlético-MG tem média de 2,18 pontos. Com 59 pontos em 27 rodadas, o Galo tem dez pontos de vantagem sobre o vice-líder Palmeiras, que possui 49, e tem 95% de chance de título, conforme as estatísticas do Departamento de Matemática da UFMG.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais