Foto de Marcus Lage
clique para exibir bio do colunista

Marcus Lage sociedade

A guerra muda um povo

Um dos traços do povo europeu é o respeito ao dinheiro. É comum presenciarmos refeições em trens e demais locais públicos (home made). A pet, que descartamos, é usada como repositório d´'agua. Essa vale ouro, o velho H2O, que subestimamos.

Compras diárias evitam o desperdício. O fashionismo, focado em óculos, maiôs e perfumes, é signo de novo-richismo. A demanda pelo descarte, ao lixo da moda, elegeu o durável-atemporal, que é repetido, seguramente, por figuras da política. Veja a Merkel.

O automóvel vira membro da família. Bebe-se vinho, rótulo não. Na verdade, o abranding sempre norteou os hapy few. Se o assunto é logomarca, vem a indagação: quanto elas vão te pagar? Roupa e marroquineria que credenciam são as antigas. Como exemplo, cito o retrofit nos solados dos sapatos, saltos e virolas, feito por bottiers. Afinal, lençol velho tem o seu valor. O 'eu te amo' não é banalizado. E ambos, 'sim' e 'não', possuem o som e o tom que devem ter.

Cremeria

Carlos Ernesto Holanda levando o café a sério, sendo gourmet e especial, no sítio Vitória, em Guará, terra que até já cunhou moeda.

Julceana Vieira e Daniel Pinto já sabem que têm que ficar de campana, pois Maria Clara já nasceu lacrando.

Mandato de Jardson Cruz irá cortafitar um teatro (que pode se transformar num lounge), um café (Abolição) e dois restaurantes, além de realizar a restauração da sede tombada.

Vasco Vasconcelos ganhou homenagem matinal, via faixa, tramada por Roberta Prado e Fernanda Sena.

Pagam aluguéis à vida: Halyde Cabral, Sakie Brokes, Reno Bertosi, Gerardo Louro Maia e Luciano Vidal.

Teleras santigueñas
Teleras santigueñas

Teleras santiagueñas

O alvo é o apoio ao pequeno produtor, num afã de atenuar os efeitos da pandemia. Os teares de Santiago del Estero, na Argentina, savoir faire transmitido milenarmente, chamaram atenção da mídia versada em design, styles & trends. São caminhos de mesa, echarpes, enfeites e tapetes feitos de lã, pelas 'teceleiras' nativas. Os adornos são coloridos naturalmente com cascas de laranja e cebola, camomila, erva-mate...

O Beijo, de Brancusi
O Beijo, de Brancusi

Sarutul

Como sede imedida, curiosidade, uma certa síndrome de Urbach-Wiethe, assim me enxergo, imerso nessa busca, à cata de tudo aquilo que se diz Arte. E isso inclui a tumular.

No Campo Santo, saudoso, visitei algumas lacunas. Vivemos tempos do Covid. Parei num jazigo que entrou para os anais, por meio da nossa verve jocosa. Coincidentemente, os dedos da mão direita da estátua, que encima o repouso do ' banqueiro informal,' sinaliza sua taxa dos juros: 2,5%.Perto, um anjo reflete (Traduz a dúvida da ida ao céu). Vi uma ampulheta com asas e refleti sobre meus atos. Memento mori, minha gente.

Montparnasse contempla os floretes das cortes russa e francesa, pela posse de um Brancusi. Os promoventes são parentes de Tatiana Rachewskaia, falecida em 1910. A obra é o beijo de Eros (vida) e Tânatos ('a volta ao estado inorgânico,' segundo Freud). Atualmente, um cubo de madeira guarda a preciosidade.

Savarin
Savarin

Sinos da felicidade

Lembrei do Muguet, que não é de dezembro. Mas o importante é a rosa. Significa amizade, ou respeito. Fragonard, Annick e a Caron não fazem mais, sendo este o nec plus ultra entre os de niche. O da inglesa Floris eu não gostei, tampouco o da Atkinsons. Tem na Gerlain, da Champs E. Cruze a avenida e faça um entreato na flânerie. Baudelaire entenderia.

Na Ladurée, peça Saint Honoré, mas o Savarin é para ela, uma vez que, o momento em si, será de suprema doçura. Tire uma Carolina e não ofereça na colher, use a imaginação. Maride com chá preto, que requer a infusão mais quente, vai só 3 minutos. No caso à baila, diferente do amor, a pressa é amiga da perfeição. Depois, água Châteldon.

"Quero trazer à memória o que me pode dar esperança.'(Lamentações 3:21) Afinal...J'aime Paris au Mois de Mai/ Esse perfume de Lírios do Vale/ No Vento que passa.


Carlos Ernesto Holanda- café com fé na Vitória
Carlos Ernesto Holanda- café com fé na Vitória

Click


Carlos Ernesto Holanda- café com fé na Vitória

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais