Foto de Neila Fontenele
clique para exibir bio do colunista

Colunista de Economia, Neila Fontenele já foi editora da área e atualmente ancora o programa O POVO Economia da rádio O POVO/CBN e CBN Cariri.

Estados: força-tarefa para manutenção de recursos

Governa sinaliza possível aprovação de um Imposto sobre Valor Adicionado (IVA)
Tipo Opinião
Secretária da Fazenda do Estado, Fernanda Pacobahyba (Foto: Tatiana Fortes)
Foto: Tatiana Fortes Secretária da Fazenda do Estado, Fernanda Pacobahyba

Finalmente estados e União se aproximam de um acordo sobre uma reforma tributária ampla. Ontem, durante reunião com secretários de Fazenda, o ministro Paulo Guedes mostrou uma postura favorável à proposta elaborada pelo Comitê Nacional dos Secretários da Fazenda dos Estados e do Distrito Federal (Comsefaz).

Os secretários defendem uma reforma tributária onde os tributos incidem sobre bens e consumo, com a criação do IBS (Imposto sobre Bens e Serviços) a partir da extinção dos impostos federais, estadual e municipal (respectivamente, PIS, Cofins e IPI; ICMS; e ISS).

A ideia do Comsefaz parte da possibilidade de simplificação e padronização do sistema tributário. Na visão dos secretários, o modelo mais interessante seria o de implementação de um tributo como o Imposto sobre Valor Adicionado (IVA). As articulações estão fortes em Brasília e essa proposta já foi discutida com o senador Roberto Rocha (PSDB-MA), relator do projeto.

A secretária de Fazenda, Fernanda Pacobahyba, está desde segunda-feira em Brasília. Participou de jantar com o senador Roberto Rocha e da reunião com o ministro Paulo Guedes. Trata-se de uma força-tarefa para a manutenção dos recursos no caixa dos estados pelo menos em 2022, antes de possíveis novas ações para a centralização de poder da União.

NINNA HUB(Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação NINNA HUB

Inovação

NINNA HUB FECHA PARCERIA COM DISTRITO

O Núcleo de Inovação em Novos Negócios Aplicados (Ninna) fechou parceria com a plataforma Distrito. O objetivo é fortalecer as ações para o desenvolvimento do ecossistema de tecnologia regional. Já está sendo preparado um roadshow para o final de setembro, quando o Distrito conduzirá, com o hub, um plano de ação e um programa de aceleração exclusivo para startups cearenses.

Maranguape

GESTÃO INTELIGENTE

A cidade de Maranguape implantou o modelo de Gestão Inteligente de Cidades, desenvolvido pela Universidade Estadual do Ceará (Uece). O programa, realizado em parceria com o Instituto Desenvolvimento, Estratégia e Conhecimento (Idesco), centra-se no binômio "participação da população e conhecimento científico". O município foi o primeiro a adotar a metodologia no Estado.

Brics

ARTICULAÇÃO DE RECURSOS

A área internacional do Governo do Estado tem se movimentado para colocar o Ceará no radar dos investidores. O secretário responsável pela área no Estado, César Ribeiro, relata que foi feito contato com o Novo Banco de Desenvolvimento dos Brics (NBD), presidido pelo brasileiro Marcos Prado Troyjo, que tem sede em Xangai. O objetivo do encontro foi a articulação de recursos para o financiamento de projetos futuros.

Sebrae/CSP

TERRITÓRIO EMPREENDEDOR

O projeto Território Empreendedor, responsável pela capacitação de 90 pequenos empresários em São Gonçalo do Amarante e Caucaia, foi iniciado segunda-feira. O plano de capacitação foi desenvolvido através de parceria da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) e do Sebrae. A proposta pretende tornar as empresas do entorno mais competitivas.

Pague Menos

EXPANSÃO DE LOJAS

A rede de farmácias Pague Menos mantém sua estratégia de ampliação de lojas. Segundo o CFO do grupo, Luiz Renato Novais, a estratégia visa agora as cidades menores, de até 50 mil habitantes, para a abertura de novas unidades. A empresa ampliou em 71,1% as vendas digitais, mas pretende continuar ampliando sua estrutura física, agregando mais serviços às lojas.

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais