clique para exibir bio do colunista

Editor-executivo de Economia, é especialista em Teorias da Comunicação e da Imagem pela Universidade Federal do Ceará e mestre em Psicologia pela Universidade de Fortaleza. É vencedor de vários prêmios de jornalismo, como o Petrobras, Anac e ABCR.

RaoneSaraiva • NOTÍCIA

Miniterminal do Centro de Fortaleza é orçado em R$ 5,6 milhões

A empresa vencedora da concorrência pública, do tipo maior desconto, será conhecida no próximo dia 9 de março, data prevista para a abertura das propostas de preço dos interessados em executar a obra Por

A Prefeitura de Fortaleza lançou edital de licitação para a construção de mais um dos quatro miniterminais previstos na cidade. Localizado no Centro, na rua 24 de Maio, em terreno ao lado da praça José de Alencar (entre as ruas Guilherme Rocha e Liberato Barroso), o equipamento é estimado em R$ 5,6 milhões. A empresa vencedora da concorrência pública, do tipo maior desconto, será conhecida no próximo dia 9 de março, data prevista para a abertura das propostas de preço dos interessados em executar a obra.

O miniterminal, de responsabilidade da Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), deverá ser construído em oito meses, prazo contado após a liberação da ordem de serviço, esperada ainda para o mês de março. O contrato da empresa vencedora com a Prefeitura, porém, será de 11 meses.

O empreendimento permitirá a integração temporal do transporte coletivo e contará com área de mais de 2 mil metros quadrados (m²) destinada às plataformas de embarque e desembarque; pontos de autoatendimento do Bilhete Único; espaço para motoristas com banheiros acessíveis e refeitório; área para venda de produtos e prestação de serviços; postos da Guarda Municipal; faixas de pedestres elevadas conectadas às plataformas; e estrutura de coberta já preparada para futura instalação de painéis solares.

Além do Centro, a Prefeitura também construirá miniterminais na Barra do Ceará, José Walter e Messejana, este na avenida Washington Soares, cujas obras começaram no mês passado. Situado entre as ruas Olímpio Leite e Esmerino Parente, terá 600 m² e custará R$ 3,8 milhões. Já os serviços do equipamento do José Walter, entre as avenidas Bernardo Manuel e João de Araújo Lima, tiveram início neste mês. Com área de 700 m², o investimento é de R$ 5,5 milhões. Em breve, será lançado edital para o miniterminal da Barra do Ceará.

CENTRO DE EVENTOS

Umbora Inspirar ocorre em 22 de maio em Fortaleza

Dennis Wang, vice-presidente de operações da Nubank, e Andrea Iorio, ex-diretor do Tinder e da L'oreal e investidor dos apps Zen e Filmr, são alguns dos nomes do Umbora Inspirar 2020. Realizada pela Umbora - Experiências Educacionais, a ação será realizada no próximo dia 22 de maio no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza. As inscrições já estão abertas. O evento discutirá temas como futurismo, liderança transformadora, metodologias ágeis e inovação em nove palestras, oficinas e feira de negócios. Gil Giardelli, estudioso de inovação e economia digital, e Ricardo Rocha, CEO da Softbox/Luiza Labs, também participam. Os ingressos estão à venda no Sympla (https://bit.ly/39AmbFn).

APÓS CONCESSÃO

Empresas reclamam de "preços abusivos" do aluguel no Aeroporto de Fortaleza

Empresas que prestam serviços em aeroportos concedidos à iniciativa privada vêm reclamando da pressão das administradoras dos terminais nos preços de aluguel e outras taxas não reguladas. No Aeroporto de Fortaleza, as críticas são contra a alemã Fraport, que também é responsável pelo Aeroporto de Porto Alegre. Segundo Robson Bertolossi, presidente da Junta de Representantes das Companhias Aéreas Internacionais do Brasil (Jurcaib), as disputas ganharam força nos dois últimos anos. Ricardo Miguel, presidente da Associação Brasileira das Empresas de Serviços Auxiliares ao Transporte Aéreo (Abesata), acusa a concessionária alemã de elevar os valores de forma "abusiva" e "discriminatória". A empresa nega. As informações são do jornal Valor Econômico.

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais