Foto de Rossandro Klinjey
clique para exibir bio do colunista

Rossandro Klinjey é palestrante, escritor e psicólogo clínico. Autor vários de livros, é consultor em temas relacionado a comportamento, educação e família, além de colunista da Rádio CBN. Foi professor universitário por mais de dez anos, quando passou a se dedicar à atividade de palestrante

Rossandro Klinjey comportamento

Tentativas, erros, acertos e aprendizados

Tipo Opinião

A vida é assim: a gente traça um plano, começa a seguir essa meta, mas nem sempre consegue o resultado.
E aí vem uma pergunta: então, qual a melhor hora de desistir ou continuar tentando?
Quando esse continuar tentando significa estar dando murro em ponta de faca?
Sabe qual é o problema? Nosso medo. Nosso medo de fracassar. Nosso medo de que isso represente incompetência.
A verdade é que aprendemos na vida com o acúmulo de muitos fracassos que vão nos ensinando a viver. Henry Ford, que fundou uma das maiores empresas do mundo até hoje, a primeira que fabricou automóvel, disse que "fracassar é uma forma de aprender a fazer tudo de novo e melhor”. Ou seja, ele via tudo como um processo, e não como um fracasso.
Um relacionamento que acabou não é um fracasso, porque nós aprendemos com ele.
Podemos até dizer que sim, não ter continuado pode ser uma cota de fracasso. Mas ele num todo não é um fracasso, porque a gente aprendeu com ele como viver diferente depois.
Desistir de uma coisa que você vinha fazendo há muito tempo e não conseguiu resultado, não é fracassar. Muitas vezes é ser inteligente e perceber que estava gastando muita energia naquilo que não estava dando muita resposta na sua vida.
Não existe uma linha tênue que separe facilmente uma coisa da outra.
Só tem uma forma de viver a vida, vivendo, tentando, errando, levantando, caindo novamente.
Desistir e insistir é uma tentativa de cada um. Não podemos julgar pois, como diz a música, "cada um de nós sabe a dor e a delícia de ser quem é".
Cada um de nós sabe onde o calo aperta, onde temos que mudar. Mas não fique preocupado com o que os outros pensam. Se você está fracassando, se estão julgando que você é incapaz, ou uma pessoa covarde, não pense nisso. Você sabe o momento certo de insistir ou de desistir.
E mesmo que você desista, acredite, até esse momento, você aprendeu muito. E foi por causa disso que você foi para um outro ponto. Insistiu e, finalmente, conseguiu o que você queria.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais