Logo O POVO Mais
CIDADES

Operações contabilizam mais de 2 mil pessoas aglomeradas em estabelecimentos e festas clandestinas

Na noite de sexta-feira, 23, para sábado 24, três estabelecimentos foram fechados em Fortaleza e um interditado em Aquiraz.
Edição Impressa
Tipo Notícia Por

Operação integrada entre forças da Segurança Pública do Ceará realizou, no último fim de semana, de 23 a 25 de outubro, ações de fiscalização em Fortaleza e Região Metropolitana. Somadas, as ocorrências registradas contabilizam mais de 2 mil pessoas aglomeradas em estabelecimentos e festas clandestinas no Estado.

A ação teve a estratégia de controlar aglomerações e averiguar o cumprimento das medidas de prevenção à Covid-19 previstas no Decreto Estadual vigente. A operação foi comandada pela Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol) da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE).

Na noite de sexta-feira, 23, para sábado 24, três estabelecimentos foram fechados em Fortaleza e um interditado em Aquiraz. Somados, os quatro estabelecimentos acumulavam a aglomeração de 1.200 pessoas. No bairro Praia do Futuro, uma festa em um hotel com mais de 300 pessoas foi interrompida pelas autoridades na madrugada do sábado, 24, para o domingo, 25.

Na Capital, as intervenções da operação integrada aconteceram nos bairros Serviluz, Vicente Pinzon, Praia do Futuro, Paupina, Alagadiço Novo, Cambeba, José de Alencar, Benfica, Aldeota, Praia de Iracema, Praia do Futuro e Varjota. No interior do Estado, as ações foram realizadas nos municípios de Maracanaú, Iguape e Aquiraz.

Além de participar da operação integrada da SSPDS-CE, a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) realizou operação própria durante o último fim de semana. No bairro Joaquim Távora, um restaurante foi autuado por permitir aglomeração de clientes. No mesmo bairro, um bar foi flagrado promovendo a mesma irregularidade e recebeu três autuações das autoridades fiscalizadoras.

Uma casa de shows recebeu duas autuações por aglomeração de pessoas no bairro José Walter. Uma das autuações foi aplicada por tentativa de obstrução da ação dos fiscais no local. Também no José Walter, um paredão foi apreendido pela fiscalização. O órgão fiscalizador também promoveu ações na faixa de areia e calçadão da Praia de Iracema, organizando filas, alertando a população para o distanciamento, distribuindo máscaras e disponibilizando álcool em gel 70%.

A Agefis irá participar, durante todos os fins de semana, de blitze educativas com o objetivo de promover ações de conscientização no Parque do Cocó. A ação será conduzida pela Secretaria do Meio Ambiente do Ceará (Sema) e o Batalhão de Polícia do Meio Ambiente (BPMA). Na manhã de ontem, 25, o órgão distribuiu mil kits com duas máscaras de tecido e panfletos educativos para a população.

Serviço:

As denúncias contra festas, bares, aglomerações e situações de perturbação do sossego podem ser realizadas por meio da Coordenadoria de Ações Integradas de Segurança (Ciops) pelo número de telefone 190.

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Recomendada para você

"