CIDADES

Nova sinalização aponta caminhos para rota turística no Centro de Fortaleza

Ruas do Centro passam a contar com as novas placas, que destacam 60 prédios históricos da Capital
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
AMC diz que placas têm o objetivo de estimular turismo local (Foto: Gabriel Borges)
Foto: Gabriel Borges AMC diz que placas têm o objetivo de estimular turismo local

Na semana em que Fortaleza perdeu uma de suas centenárias construções, com a demolição do Casarão dos Gondim, na rua General Sampaio, a Cidade passa a contar com uma nova sinalização que valoriza, justamente, os prédios históricos da Capital no Centro. Nove ruas receberam placas que destacam 60 construções de relevância histórica, dentre elas o Theatro José de Alencar, a Estação João Felipe, a antiga Cadeia Pública, a Santa Casa de Misericórdia e a Praça do Ferreira.

A nova sinalização, com direção e distância até os equipamentos, foi implantada pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) desde a última terça-feira, 20. De acordo com o órgão, as placas informativas buscam "estimular o turismo local, priorizando a caminhada e o ciclismo, bem como promover um resgate cultural do Centro da cidade".

Sinara Rodrigues, 32, trabalha panfletando pelas ruas do Centro. Ela realizava seu trabalho, sem notar a poucos metros uma das novas placas. "No dia a dia, a gente anda tão apressado nas ruas que, para prestar atenção, acaba tendo que ser muito observador, eu não tinha notado ainda, mas pra turista deve ser ótimo, podiam até divulgar mais."

Em outro ponto do bairro, Leandro Rios, 36, buscava consertar um relógio que estava quebrado. Há 17 anos trabalhando como comerciante no Centro, ele conta que notou a sinalização. "Achei legal, a placa ajuda quem chega das outras cidades, é coisa nova. Vi que tem a indicação dos prédios, é importante destacar a história de Fortaleza, temos uma história bonita", destaca.

O jovem Deyson Marinho, 21, diz que as novas placas devem facilitar o deslocamento dos turistas pelas ruas da região. "Não tinha notado, mas agora que vi acho que é uma ação importante. É uma forma de se comunicar com os turistas. Estamos em período de férias, ajuda quem vem conhecer o Centro de Fortaleza", relata.

De acordo com a superintendente da AMC, Juliana Coelho, no futuro, totens com mapas serão instalados em 14 praças de Fortaleza, enumerando e indicando cada um dos pontos históricos já destacados com na nova sinalização.

Vias com nova sinalização:

- Rua Alberto Nepomuceno
- Rua João Moreira
- Rua Senador Pompeu
- Rua Pedro Pereira
- Rua Floriano Peixoto
- Rua Castro e Silva
- Rua Rufino de Alencar
- Av. Dom Manoel
- Av. Historiador Raimundo Girão

Centro ganha novo trecho de ciclofaixa

Os ciclistas ganharam mais 0,5 km de extensão de ciclofaixa na Capital, isso porque um novo trecho passou a integrar o sistema de vias que possuem espaço próprio para bicicletas na rua Dr. João Moreira.

O novo espaço servirá para interligar as ciclofaixas já existentes na av. Alberto Nepomuceno com a rua Floriano Peixoto. Com a liberação do trecho, a via atende às rotas de alguns pontos turísticos da Capital, como o Forte N. Sra. da Assunção, Passeio Público, Museu da Indústria, Santa Casa de Misericórdia e Centro de Turismo do Ceará.

Marcos Grece, 56, trabalha no setor industrial e conta que pedala diariamente. Acompanhado de sua bicicleta, no Centro, ele relata que Fortaleza só tem a ganhar com a implementação de novas ciclofaixas. "Eu acho espetacular a instalação da ciclofaixa. É uma prática aplicada no mundo todo hoje, em cidades como Hamburgo, na Alemanha, todas as ruas do centro são fechadas para carros, você só chega de bondinho ou de bicicleta", conta.

Com a nova implantação, Fortaleza passa a ter uma rede cicloviária total de 384 km, o que representa um aumento de 464% em relação ao que havia em 2013. No primeiro semestre de 2021, foram implantados 34,8 km, em cerca de 30 vias. A cidade de Fortaleza alcançou outra marca relevante durante esta semana, o sistema Bicicletar chegou à marca de 4 milhões de viagens realizadas na Capital.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais