CIDADES

Veja 24 municípios do Ceará com maior mortalidade causada pela Covid-19

| COVID-19 |No Ceará, taxa de mortalidade é de 262,81 óbitos por 100 mil habitantes. 87 municípios registram taxa de incidência da doença maior que a média estadual (10.287)
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Ceará apresenta zero óbitos nas ultimas 24 horas  (Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado)
Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado Ceará apresenta zero óbitos nas ultimas 24 horas

No Ceará, 87 dos 184 municípios registram taxa de incidência de Covid-19 maior que a média estadual, que é de 10.287,07 casos por 100 mil habitantes. No caso da taxa de mortalidade, 24 municípios superam a média cearense, que é de 262,81 óbitos pela doença. Os dados são do IntegraSUS, plataforma da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), atualizados às 9h48min dessa terça-feira, 27.

São Gonçalo do Amarante, localizado na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), tem a maior taxa de mortalidade, com índice de 433,7. O município registra 1.924 casos da infecção e 210 mortes pela doença.

Conforme Kylvia Gardênia, coordenadora de Vigilância em Saúde de São Gonçalo, variações no número absoluto de óbitos serão mais intensas em municípios pouco povoados como São Gonçalo do Amarante.

Covid-19 - Incidencias e obitos(Foto: Covid-19 - Incidencias e obitos)
Foto: Covid-19 - Incidencias e obitos Covid-19 - Incidencias e obitos

"Apesar de apresentar uma elevada taxa de mortalidade, o município registra uma taxa de letalidade baixa, aproximadamente 2,7, seguindo o padrão nacional com taxa de 2,8. Isso quer dizer que a cada 100 pessoas que adoecem, no município, menos de três evoluem para o óbito", explica. Ela diz que a Prefeitura decretou lockdown em momentos críticos para controlar o número de casos.

Sobre as medidas de enfrentamento, ela destaca que, além das barreiras sanitárias, o município adquiriu 10 mil testes rápidos de swab diagnóstico. Os casos confirmados, conforme a coordenadora, foram orientados ao isolamento, "sendo ofertado o teste também para os contatos assintomáticos com objetivo de quebrar a cadeia de transmissão".

"Por outro lado, ampliamos o número de leitos clínicos e de UTI e adquirimos duas usinas de gases, dentre outras medidas imprescindíveis para um atendimento de qualidade dos pacientes que evoluíram para o internamento. Implementamos o Centro de testagem e o Teleatendimento, além de monitorarmos de forma remota os casos confirmados", acrescenta.

Orós (392) e Antonina do Norte (353,6), ambos localizados no Cariri, continuam a lista de maiores taxas. Fortaleza tem a quarta maior taxa de mortalidade, com 353,2 mortes. A Capital soma o maior número total de mortes em decorrência da doença, com 9.429 registros.

Sobral (348,4), Redenção (347,6), Forquilha (322,1), Maracanaú (320,8), Paracuru (316,5) e Brejo Santo (313,3) completam os dez municípios com maiores índices.

Na lista com os 24 que registram taxa de mortalidade maior que a do Ceará constam ainda: Crateús (306,4), São Luís Do Curu (300), Farias Brito (298,2), Tauá (293,9), Pacatuba (281,7), Itaicaba (281,1), Quixeramobim (275), Tamboril (274,3), Jucás (273,8), Groaíras (271,1), Palhano (266,4), Canindé (266,2), Morada Nova (265) e Moraújo (263,6).

Com relação à incidência de casos, o município de Moraújo lidera o levantamento, com taxa de 22.054,10. O POVO tentou entrar em contato com a Secretaria da Saúde do município mas não teve êxito. Com os dez maiores índices, seguem Frecheirinha (21.212,30), Itaiçaba (19.177,20), Acarape (18.668,40), Eusébio (18.005,10), Orós (17.725,30), Quixeré (17.626,10), Reriutaba (17.619,40), Redenção (17.388,90) e Iracema (17.227,40).

Ao todo, Estado soma 916.008 casos confirmados e 23.402 óbitos em decorrência da infecção. Atualmente, há 640.024 pessoas recuperadas da doença e 51.286 com suspeita de infecção aguardando resultado de exames já realizados. A taxa de letalidade — proporção de mortes entre os casos confirmados — é de 2,6%. Já foram realizados 2.493.233 exames para detecção do coronavírus no Estado até o momento.

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais