CIDADES

Chegada da variante delta no Ceará preocupa

Tanto a gama como a delta são consideradas pela OMS como cepas de preocupação, isso porque são mais transmissíveis.
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
A mutação indiana foi identificada em quatro passageiros de voos que vieram do Rio de Janeiro para Fortaleza (Foto: reprodução)
Foto: reprodução A mutação indiana foi identificada em quatro passageiros de voos que vieram do Rio de Janeiro para Fortaleza

Mais contagiosa que a cepa original, a chegada da delta preocupa especialistas pela possibilidade de combinação com outras variantes. Em entrevista divulgada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o pesquisador Dr. Fábio Miyajima, coordenador da Rede Genômica da Fiocruz Ceará, comentou acerca da chegada da variante ao Estado. Segundo ele, cerca de 17 exames que foram realizados no Centro de Testagem de Viajantes tiveram resultados positivos para Covid-19. Dos infectados (um trio de mulheres e um homem) com a delta, três apresentavam sintomas leves e moderados, e um estava assintomático.

Segundo Fábio, os cinco outros positivados estavam infectados pela variante gama (P.1), que surgiu pela primeira vez no Amazonas. Tanto a gama como a delta são consideradas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como cepas de preocupação, isso porque são mais transmissíveis.

O especialista fez um alerta para os riscos da entrada da delta no Ceará. "Uma já está sendo um problema, que é a P1, imagina uma combinação delas. Existe também a chance de elas se tornarem mais competentes, continuarem evoluindo. E existe também a chance de recombinação entre variantes. Então todos esses fenômenos não podem ser descartados", pontuou.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais