CIDADES

Prefeitura identifica 3 profissionais envolvidos na vacinação de Safadão e Thyane Dantas

|Processo administrativo| No dia da vacinação do casal, os internautas apontaram que a influenciadora teria "furado a fila" e o cantor teria se vacinado em um lugar diferente do agendamento
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
MPCE investiga suposta vacinação irregular do cantor Wesley Safadão e da esposa, Thyane Dantas (Foto: Reprodução/Instagram)
Foto: Reprodução/Instagram MPCE investiga suposta vacinação irregular do cantor Wesley Safadão e da esposa, Thyane Dantas

Uma servidora pública e dois terceirizados foram identificados  pela vacinação irregular do cantor Wesley Safadão e da esposa dele, a influenciadora Thyane Dantas. A Secretaria Municipal da Saúde de Fortaleza divulgou o resultado do processo administrativo no Diário Oficial do Município (DOM) Nº 17.137, do dia 6 de setembro de 2021. A vacinação dos dois ocorreu no dia 8 de julho de 2021, em Fortaleza.
A servidora terá um Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) instaurado, enquanto os terceirizados foram devolvidos para a empresa contratante, após a rescisão do contrato com a Prefeitura.

No dia da vacinação do casal, os internautas apontaram que a influenciadora teria "furado a fila" e o cantor teria se vacinado em um lugar diferente do agendamento programado pela Prefeitura de Fortaleza.
O casal e a produtora do cantor, Sabrina Tavares, outra teria furado a fila, são investigados também pela Polícia Civil do Ceará após a abertura de um inquérito na Delegacia de Combate à Corrupção (Decor). Thyane e Safadão são alvo de apurações do Ministério Público do Ceará (MPCE).
Procurado pelo O POVO, o MPCE informou que a investigação ainda está em fase de conclusão. "Algumas pessoas ainda devem ser ouvidas na próxima semana, quando, possivelmente, as investigações deverão ser concluídas", destacou órgão em nota encaminhada por e-mail.

LEIA MAIS | MP investigará vacinação de Thyane, casada com Safadão, para saber se furou fila

+ Safadão também será investigado pelo MP se mudou local da vacina para escolher Janssen

Por nota, a SMS informou que foi constatada a ocorrência de irregularidade funcional por parte de três colaboradores. A secretária afirmou ainda que os fatos apurados foram encaminhados aos órgãos ministeriais e policiais para a apuração de possíveis práticas em desacordo com o Código Penal Brasileiro.

Nas redes sociais, internautas também apontam que, além da questão da faixa etária, o nome de Thyane Dantas não constava na lista de agendados para receber a vacina da quinta-feira em que ela recebeu o imunizante. A digital influencer não constava em nenhuma das listas de vacinação contra a Covid-19, publicadas no portal Coronavírus, da Prefeitura de Fortaleza. No caso do artista, as apurações são para saber se ele mudou local de vacina motivado pela escolha o tipo de vacina, que foi a Janssen, que é aplicada em dose única.


Relembre o caso

O caso aconteceu em 8 de julho de 2021, enquanto a Capital cearense estava imunizando pessoas nascidas em 1989. Thyane nasceu em 1991 e conseguiu ser imunizada com a Janssen, de dose única, no dia em que o marido foi chamado para vacinação.

Dentre os apontamentos dos internautas na época, estão o de que o cantor foi convocado para receber o imunizante no Centro de Eventos. No entanto, a aplicação ocorreu em um dos shoppings escalados para vacinação na Capital, um dos pontos que estavam estavam aplicando a vacina da Janssen, que tem apenas uma dose.

Na época, a assessoria de Wesley Safadão declarou que a influenciar recebeu o imunizante pela estratégia de imunização conhecida como "xepa". "Thyane foi acompanhar o Wesley na vacinação e existe uma coisa que todos têm acesso, não foi benefício dela, que é a dose de sangria", afirma o texto. O prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), rebateu a informação e afirmou que não houve a aplicação de doses remanescentes da vacina contra a Covid-19 antes das 17 horas.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais