Logo O POVO Mais
CIDADES

Unimed Fortaleza tem taxa de positividade recorde, com 52%

Conforme o presidente da Rede, Elias Leite, nesta sexta-feira, 14, será realizada reunião para definir se medidas como suspensão de cirurgias eletivas e abertura de hospital de campanha serão tomadas
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Rede Unimed Fortaleza bateu o recorde de atendimentos na emergência desde o início da pandemia da Covid-19  (Foto: FCO FONTENELE)
Foto: FCO FONTENELE Rede Unimed Fortaleza bateu o recorde de atendimentos na emergência desde o início da pandemia da Covid-19

A Rede Unimed Fortaleza já realizou, nos primeiros dez dias deste mês de janeiro, mais exames de RT-PCR para diagnóstico de Covid-19 do que em qualquer mês de 2021. Outro dado alarmante é a taxa de  positividade das amostras de pacientes com suspeita, que chegou a 52%. Índice nunca antes alcançado no período da pandemia. 

As informações foram publicadas pelo presidente da cooperativas, o médico Elias Leite, por meio de vídeo nas redes sociais. "Batemos todos os recordes com relação aos atendimentos de emergência, tanto no nosso hospital quanto no pronto atendimento virtual. E no centro pediátrico os números também foram bem altos", alertou. 

Ele comentou sobre o "gargalo" para a realização de exames no Brasil, inclusive, com risco de faltar insumos para os exames. "Os exames estão demorando mais, a quantidade está muito grande", contou. Os números de internações continuam subindo no Hospital Regional da Unimed (HRU). Na unidade, 42 pacientes estão internados com confirmação ou suspeita de Influenza. 

Em comparação a essa terça-feira, 11, mais 23 pessoas diagnosticadas com Covid-19 foram internadas, somando 94 nesta quinta-feira, 13. Duas pessoas deram entrada em Unidades de Terapia Intensiva (UTI), totalizando 25. Atualmente, são 11 pacientes fazendo uso de respirador, um a menos em comparação com terça. 

"Vamos ficar juntos até o final. Nós já sabemos como fazer. Já passamos por momentos muito mais difíceis e, agora, vamos superar da mesma forma", disse Elias Leite, dirigindo-se a colaboradores, cooperados e clientes. Ele acrescentou que nesta sexta-feira, 14, cooperativa deve realizar reunião para definir se medidas como suspensão de cirurgias eletivas e abertura de hospital de campanha serão tomadas. 

Confira a publicação na íntegra

Essa notícia foi relevante pra você?
Recomendada para você

"