Logo O POVO Mais
CIDADES

Mais oito bairros de Fortaleza terão esgotamento sanitário

|TRÊS ANOS| Obras devem beneficiar mais de 100 mil fortalezenses, além de trazer benefícios ao meio ambiente. Projeto deve ser concluído em três anos
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Homens trabalham na ampliação do sistema de esgotamento sanitário no bairro Cajazeiras (Foto: FABIO LIMA)
Foto: FABIO LIMA Homens trabalham na ampliação do sistema de esgotamento sanitário no bairro Cajazeiras

Uma reestruturação do atual sistema de esgotamento sanitário será implementada em oito bairros de Fortaleza. Ao todo, serão investidos R$ 137 milhões na obra, que será realizada nos bairros: Cidade dos Funcionários, Edson Queiroz, Parque Manibura, Sapiranga, Luciano Cavalcante, Jangurussu, Cajazeiras e Barroso.O governador Camilo Santana (PT) assinou a ordem de serviço das obras, juntamente com Neuri Freitas, presidente da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), nesta terça-feira, 22.

Cerca de 100 mil pessoas serão beneficiadas com a requalificação da rede de esgotos, que deve ser concluída em  três anos. Ao todo, serão implementados mais de 162 mil metros de rede coletora de esgoto, 25 mil ligações domiciliares, 10 mil ligações intradomiciliares, além da construção de três estações elevatórias.

"Não é uma obra a curto prazo, vai levar, no mínimo, de dois a três anos para ser totalmente concluída. É uma área extensa, são milhares de metros de rede de esgoto. Fiz um pedido à empresa, que acelerasse a obra, os recursos estão garantidos", declarou Camilo. Parte das obras já foram iniciadas no bairro Cajazeiras, local escolhido para a assinatura da ordem de serviço. 

Impacto das obras

 

Juntamente com as melhorias no serviço de esgotamento, o governador garantiu que todas as ruas que sofrerem intervenção para a realização das obras serão recuperadas e totalmente pavimentadas.

Neuri Freitas, presidente da Cagece, relata que as obras tiveram início nas Cajazeiras, mas que, em breve, também chegarão aos outros bairros que serão contemplados. O responsável pela Cagece promete ficar atento para encontrar formas de minimizar os transtornos causados pela requalificação da rede.

LEIA TAMBÉM| Suspeito de injúria racial contra funcionários de shopping em Fortaleza é preso em flagrante

"Tudo será de forma simultânea. É claro que a gente não pode sair quebrando toda a cidade de uma única vez, porque sabemos que obras trazem transtornos nas vias e no fluxo de veículos e pessoas. Temos que tratar de forma bem responsável isso", explica.

De acordo com Freitas, o início dessas obras marcam a segunda etapa do projeto de requalificação. Em janeiro de 2018, foi entregue parte do sistema de esgotamento sanitário das bacias da margem direita do Cocó.

"Executamos a meta um e entregamos em 2018, nesta mesma região. Agora estamos fazendo a segunda etapa, para deixarmos essas bacias do Cocó completamente saneadas", relata.

Cobertura de esgotamento sanitário

 

As obras de melhorias na rede de esgoto colaboram para o cumprimento da universalização da cobertura de esgotamento sanitário em Fortaleza, até 2033. A meta é de que, nos próximos 11 anos, a capital cearense alcance 90% de cobertura de esgotamento.

Segundo o presidente da Cagece, ao final das obras de esgotamento das bacias do rio Cocó e de outras obras que estão sendo realizadas em prol de melhorias no saneamento da Cidade, Fortaleza terá 75% do município contando com uma rede de esgoto.

A ampliação da rede deverá contribuir para a redução da propagação de doenças, além de gerar uma maior segurança ambiental ao rio Cocó.

 

Desejo antigo dos moradores

FORTALEZA,CE, BRASIL, 22.02.2022: Homens trabalham na ampliação do sistema de esgotamento sanitário de oito bairros de Fortaleza. Cajazeiras.  (Fotos: Fabio Lima/O POVO).
FORTALEZA,CE, BRASIL, 22.02.2022: Homens trabalham na ampliação do sistema de esgotamento sanitário de oito bairros de Fortaleza. Cajazeiras. (Fotos: Fabio Lima/O POVO). (Foto: FABIO LIMA)

 

Para Leudo Veríssimo, 29, morador do bairro Cajazeiras há 20 anos, a reestruturação do sistema de esgoto do bairro é um desejo antigo dos moradores.

"Essa obra aí não tem coisa igual, não. É uma maravilha, o sonho de muita gente aqui. Há 20 anos estamos pelejando nisso aí e, graças a Deus, está sendo realizado hoje", comenta.

Já Francisco Barbosa, 61, morador da região há 33 anos, comenta que a reforma deverá melhorar a situação de quem vive no bairro, principalmente no período das chuvas.

"Vai ser bom, é uma obra gigantesca para a nossa comunidade. O esgoto sempre atrapalhou muito, sempre enche quando chove e vai esgoto para todo lado, com o alagamento. Espero que fique tudo 100%", finaliza.

LEIA TAMBÉM| "Sou Trans e quero alterar meu Registro Civil": Saiba como atualizar documentos no Ceará

Essa notícia foi relevante pra você?
Recomendada para você

"