Logo O POVO+
CIDADES

9.070 doses da vacina Pfizer para crianças são descartadas em Fortaleza

Cerca de 37 mil crianças já completaram o período para receber sua segunda dose (D2) na Capital e ainda não compareceram para concluir o esquema vacinal
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Vacinas Covid-19 pediátricas da Pfizer-BioNTech. Foto: Myke Sena/MS (Foto: Myke Sena/MS)
Foto: Myke Sena/MS Vacinas Covid-19 pediátricas da Pfizer-BioNTech. Foto: Myke Sena/MS

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Fortaleza informou que realizará o descarte de 9.070 doses da vacina contra a Covid-19 da marca Pfizer pediátrica que alcançaram seu prazo máximo para utilização. O quantitativo, somado ao descarte anterior pelo mesmo motivo, totaliza 9.540 doses, o equivalente a 0,14% do total de 6.794.845 doses recebidas pelo Município.

O órgão de saúde faz um alerta aos pais e responsáveis para que levem as crianças aos centros de vacinação da Capital para iniciar ou completar seu esquema vacinal, para que novas perdas não ocorram. Segundo a SMS, atualmente, cerca 37 mil crianças já completaram o período para receber sua segunda dose (D2) e ainda não compareceram para concluir seu esquema vacinal.

Cenário epidemiológico

 

O cenário epidemiológico atual de Fortaleza pode ser considerado como de "circulação viral moderada", com tendência de "elevação rápida" na transmissão de Covid-19, conforme boletim da SMS publicado nessa terça-feira, 21. A pasta afirma que esse comportamento pode indicar introdução e dominância de “novas” subvariantes da Ômicron (BA.4 e BA.5).

Os casos de Covid-19 continuam crescendo no País, desde meados de abril, e já respondem por 71,2% das ocorrências de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Os dados são do Boletim InfoGripe, divulgado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), com dados inseridos no Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) até o dia 13 de junho.

A análise aponta que a curva nacional de contágio pelo vírus Sars-CoV-2 mantém sinal de crescimento e que a predominância da doença ocorre na população adulta e em crianças e jovens a partir dos cinco anos de idade.

Essa notícia foi relevante pra você?