Gastronomia
clique para exibir bio do colunista

vida & arte
NOTÍCIA

Paixão nacional. Todo cearense é farofeiro!

pause_gastronomia
NULL
NULL
[FOTO1]

A farinha é um dos alimentos mais consumidos em nosso País. É feita com a "rainha do Brasil", como definiu a mandioca o antropólogo Luís da Câmara Cascudo, em seu livro "A História de Alimentação no Brasil".  


Esse subproduto da mandioca é um dois mais lindos, simples e democráticos dos ingredientes. Presente na mesa do rico e do pobre, a farinha foi o alimento que deu base e sustância à alimentação brasileira. Misturada com mel de engenho ou café como aprendi com a dona Tetê, com caldo de feijão ou caldo de peixe num clássico pirão, misturada e amassada com feijão que fez parte da minha infância no bom e famoso cearense "capitão", a farinha se transforma e se adapta à nossa cultura e à nossa criatividade, nos permitindo várias possibilidades em uso e aplicação.


A mais reconhecida e emblemática preparação brasileira feita com farinha é a farofa. Em suas versões doces e salgadas, a farofa alegra os churrascos, abrilhanta pratos com seu toque crocante ou coloca um nó na cabeça do estrangeiro, que não possui nenhuma textura parecida em sua cultura alimentar.


Existem vários tipos de farinhas no mercado, mas basicamente ela pode ser classificada à base de dois tipos de preparo com a mandioca. Feita direto da mandioca ralada, prensada e tostada, classificada como farinha torrada, ou colocada a mandioca para fermentar em água e depois ralada e tostada que chamamos de farinha d'água. Sendo amarela ou branca, fina ou grossa a farinha tem um espaço especial em nossos corações.

 

Farofa Cítrica

Ingredientes:


500 g de Farinha de mandioca (ou farinha Panko)

100 g de manteiga

Raspa de Limão Siciliano

Raspa de Limão Taiti

Raspa de Limão laranja

Raspa de Limão tangerina

4 folhas de capim santo

Gengibre a gosto

2 dentes de alho amassado ou picado

Sal á gosto

Modo de preparo:

1.Em uma Panela coloque a manteiga para derreter, então adicione.

2.Quando o bacon estiver dourado, adicione o louro e depois o alho, deixe dourar por 30 Segundos.

3.Então adicione a cebola e refogue até doura

4.Então adicione a farinha e deixe tostar bem

Dica:

Quando eu sei que a farofa está pronta?

1. Coma a ponta dos dedos eu pego um pouco de farofa e levo a boca, se ela estiver bem crocante, está no ponto.

2.Outra dica é na coloração da farofa ela tem que estar com o tom dourado.

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais