Logo O POVO Mais
Economia

Governo quer liberar 500 empréstimos pelo Ceara Credi até o fim deste mês

Em cerimônia com o governador Camilo Santana, programa teve os primemiros 15 contratos assinados
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
O governador Camilo Santana 
assinou ontem a liberação dos quinze primeiros contratos do programa de microcrédito Ceara Credi (Foto: José de Wagner/Governo do Ceará)
Foto: José de Wagner/Governo do Ceará O governador Camilo Santana assinou ontem a liberação dos quinze primeiros contratos do programa de microcrédito Ceara Credi

O Governo assinou ontem os quinze primeiros contratos aprovados do Programa de Microcrédito Produtivo Orientado do Estado, Ceará Credi. Lançado no dia 9 de abril, o programa começou a receber inscrições no dia 20 de maio. Ao todo, 30.187 empreendedores já solicitaram o empréstimo, que pode variar entre R$ 500 e R$ 5 mil. A expectativa é de que pelo 500 contratos que estão em análise sejam liberados até o fim deste mês.  

“Hoje estamos assinando aqui os primeiros contratos do beneficiados com o Ceará Credi, um programa de inclusão financeira aos que mais precisam, e que tem como objetivo ampliar oportunidades de trabalho e renda para empreendedores formais e informais, trabalhadores autônomos e agricultores familiares por meio do acesso ao crédito e capacitação”, afirmou o governador Camilo Santana.

Leia Mais: Ceará Credi soma 30 mil empreendedores inscritos para empréstimos de até R$ 5 mil

+ BNB lança edital de R$ 10 milhões para projetos de inovação

+Ceará Credi terá parceria com Instituto E-dinheiro, braço digital do Banco Palmas

Dentre outros diferenciais, o programa de microcrédito subsidiado pelo Estado tem taxa de juros zero em 2021, acompanhamento por um agente de crédito, além de bônus de adimplência de 10% para quem pagar o empréstimo em dia.

O pedido de crédito também pode ser feito tanto por quem já tem um negócio rodando, como aqueles que pretendem começar a empreender. Neste caso, é obrigatória a participação, primeiro, nos cursos de capacitação que são ofertados gratuitamente pelo programa. Mais de 400 empreendedores já foram qualificados.

Do total de 30 mil cadastros, 15,2 mil foram em Fortaleza. Outras 2.481 solicitações vieram dos demais municípios da Região Metropolitana. Em seguida aparece, a Região do Cariri (2.712 pedidos) e a do Vale do Jaguaribe (1.247).

Assista ao vídeo da cerimônia de assinatura dos contratos:

A alta procura surpreendeu a coordenadora do programa Ceara Credi, Silvana Parente. “Foi maior que a nossa expectativa porque normalmente é preciso fazer a promoção do crédito e, neste caso, nem preciso estimular. As pessoas vieram atrás”.

Ela acredita, no entanto, que os R$ 100 milhões reservados pelo Governo para essa primeira fase do programa serão suficientes para atender a demanda. No caso dos empréstimos para compra de mercadoria ou matéria-prima (capital de giro), o valor médio de empréstimos solicitados é de R$ 2 mil, já quando os recursos visam ampliação de investimento fixo a média sobe para R$ 4 mil.

“Foram liberados agora os 15 primeiros contratos, mas estamos com mais 500 contratos em análise e que devem ser liberados até o fim deste mês. O nosso desafio é garantir o atendimento pelo agente de crédito, que precisa fazer a entrevista, orientar sobre aquele crédito e, assim também, minimizar riscos daquela operação”.

As inscrições continuam abertas. Nesta primeira etapa, estão sendo priorizados na análise os empreendedores que forem mulheres chefes de família, pessoas com deficiência e jovens. Há ainda um recorte de renda, sendo priorizados aqueles que possuem renda de até um salário mínimo.

“Hoje já temos 92 agentes de crédito atuando em todo o Estado. Mas, para dar maior velocidade na análise, sobretudo, em Fortaleza, onde a demanda foi muito grande, estamos abrindo mais uma seleção para contratação de mais agentes de crédito”.

Em Fortaleza, o fotógrafo Tiago Rodrigues, que teve uma parte da perna amputada em 2007 após sofrer acidente, foi um dos contemplados. Ele conta que desde 2010 passou a atuar como fotógrafo profissional e o empréstimo, no valor de R$ 4 mil, o ajudará a comprar equipamentos auxiliares para o serviço. “Sem dúvida, é uma grande oportunidade para a gente, que é de baixa renda, e que precisa de um capital para iniciar seu próprio negócio. Estou muito feliz de ser um dos contemplados”.

 

Entenda como funciona o programa Ceará Credi

O que é?
É o Programa de Microcrédito Produtivo do Governo do Estado do Ceará. Ele vai disponibilizar empréstimo financeiro e capacitação para os cidadãos que desejam abrir ou desenvolver os seus próprios negócios. Serão liberados empréstimos entre R$ 500 e R$ 5 mil, a depender da atividade econômica e capacidade de pagamento. 


Diferenciais:
- Taxa zero de juros em 2021. E, a partir do próximo ano, as taxas variam entre 0,3% ao mês para linha de investimento fixo ou misto, com acréscimo de 2% sobre o valor desembolsado, e de 0,5% ao mês para linha de capital de giro.

- Prazo de pagamento de 4 a 9 meses para capital de giro, com até dois meses de carência. Já o crédito para investimento fixo pode ser pago entre 12 a 24 meses, com quatro meses de carência

- O programa prevê retorno de 10% do valor cedido para quem pagar em dia. Esse valor fica em uma poupança a ser resgatada no fim do prazo de financiamento.

 

- Garantia de aval solidário

- Plataformas de apoio à comercialização 

Quem pode solicitar empréstimo pelo Ceará Credi?
- Microempreendedores (MEI)

- Empreendedor informal

- Autônomos

- Desempregado

- Agricultores familiar

Quais as principais atividades a serem contempladas pelos empréstimos ?

Podem requerer o crédito, empreendedores de qualquer atividade econômica. Mas serão priorizados os pequenos negócios; produção de artesanato e de bens de consumo; comércio;
serviços; empreendedorismo social e cultural

Passo a passo de como solicitar:
- O interessado realiza o cadastro na plataforma do Ceará Credi (www.cearacredi.gov.br)
- Se o recurso for para iniciar um negócio, é obrigatória a realização dos cursos de Educação Financeira e Plano de Negócio Simplificado, oferecidos de graça pelo Ceará Credi. Para quem já tem um negócio em operação, os cursos são opcionais
- Diante dos dados informados, um agente comunitário de crédito entrará em contato com o empreendedor para que seja elaborado, em conjunto, um plano de negócio com as necessidades de investimento e formas de gerência do capital a ser buscado por meio do empréstimo
- Com o plano de negócio elaborado, este será submetido a avaliação da equipe do Ceará Credi
- Se o crédito for aprovado, o empreendedor será informado do valor do empréstimo e da quantidade, valor e vencimento das parcelas. Também será orientado como pagar o empréstimo pelo app do E-Dinheiro.
- Depois segue a fase de contratação, que inclui a assinatura do contrato, abertura da conta e liberação do dinheiro. O dinheiro é depositado em até 24 horas

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Recomendada para você

"