Logo O POVO Mais
Economia

O Sesc do futuro, segundo os candidatos à Fecomércio

| Impacto social | O POVO consultou Luiz Gastão e Maurício Filizola sobre seus planos para o Sesc, que atua com eventos e serviços nas áreas de educação, saúde, cultura, lazer e assistência
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Na educação, o maior destaque fica por conta das estruturas das Escolas Educar Sesc, localizadas em Fortaleza, Sobral, Iguatu, Crato e Juazeiro do Norte, que vão desde o Ensino Básico até o Pré-Vestibular e Educação de Jovens e Adultos (EJA). (Foto: Davi Pinheiro / Fecomércio / Divulgação)
Foto: Davi Pinheiro / Fecomércio / Divulgação Na educação, o maior destaque fica por conta das estruturas das Escolas Educar Sesc, localizadas em Fortaleza, Sobral, Iguatu, Crato e Juazeiro do Norte, que vão desde o Ensino Básico até o Pré-Vestibular e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Com orçamento anual médio de R$ 185 milhões e atribuições que impactam milhões de pessoas, o Serviço Social do Comércio no Ceará (Sesc-CE) é uma das principais joias da coroa na Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Ceará (Fecomércio-CE).

No próximo dia 5 de abril ocorre a eleição para o comando da Federação que, pela primeira vez em sua história, possui duas chapas disputando a cadeira da Presidência. Ao O POVO, o atual presidente Luiz Gastão, e o vice da entidade e concorrente, Maurício Filizola, destacam seus planos para o Sesc-CE.

A atual gestão celebra o desempenho do segundo semestre de 2021, período em que Gastão retornou ao comando da Federação. Enfatizam que o alcance das ações do Sesc nos municípios cearenses chegou a 100% das cidades com pelo menos três ações no ano, enquanto em 2020 haviam sido 80 e em 2019 foram 107. 

A campanha de Gastão ainda frisa o trabalho da contenção de despesas no Sesc-CE, na análise da despesa corrente por pessoa. Destacam que em 2017 foram 16,2 milhões de atendimentos com despesa corrente de R$ 5,44 por pessoa.

Em 2020, foram 9,5 milhões de atendimentos e despesa corrente de R$ 10,97 por pessoa. E, segundo a chapa de situação "União e Gestão: A Fecomércio que nos representa”, por conta da atuação no segundo semestre, foram 13,6 milhões de atendimento e custo de R$ 8,46 por pessoa.

 Luiz Gastão, atual presidente da Fecomércio, oficializou a chapa para concorrer a eleição em abril.
 Luiz Gastão, atual presidente da Fecomércio, oficializou a chapa para concorrer a eleição em abril. (Foto: Divulgação Fecomercio / JR PANELA/ )

Gastão pontua o trabalho feito na melhoria de indicadores financeiros, de forma a aumentar a disponibilidade de recursos em caixa e a expansão de ações no Interior. E promete uma gestão do Sesc unida aos interesses das representações empresariais, primando por uma condução "transparente e competente".

"A administração do Sesc, um dos braços sociais da Fecomércio, tornou-se referência no Ceará, por conta da eficiência e da amplitude dos serviços prestados. Desde que voltamos à frente da Federação, no segundo semestre de 2021, temos trabalhado para melhorarmos alguns dados."

Maurício Filizola, atual vice-presidente, disputa cargo da presidência da Fecomércio Ceará.
Maurício Filizola, atual vice-presidente, disputa cargo da presidência da Fecomércio Ceará. (Foto: .)

Já entre os planos do diretor do Sincofarma e vice-presidente da Fecomércio que lidera a chapa de oposição “Renovação e Libertação”, Maurício Filizola, o foco do trabalho do Sesc deve ser de aproximação com empresários, comerciários e da sociedade cearense. A sua ideia é aumentar a capilaridade da instituição.

Entre os planos de Filizola está a implementação de mais quatro Restaurantes do Comerciário (duas em Fortaleza, uma em Sobral e outra em Juazeiro do Norte), atendimento em saúde com a Torre Saúde Sesc, além de construção de mais cinco novas Escolas Educar Sesc, em Cascavel, Caucaia, Maracanaú, Maranguape e Pacajus.

"Nós vamos trabalhar para que o Sesc atenda efetivamente às reais necessidades dos comerciários e empresários do Ceará. Entendemos que a gama de serviços que temos disponíveis melhoram as condições de vida das pessoas, que são o foco da nossa atuação", complementa.

Em janeiro, a Fecomércio inaugurou a nova Escola Educar Sesc II, com mais de 7,5 mil m², em Fortaleza.
Em janeiro, a Fecomércio inaugurou a nova Escola Educar Sesc II, com mais de 7,5 mil m², em Fortaleza. (Foto: Davi Pinheiro / Fecomércio / Divulgação)

PODCAST VOO 168 BASTIDORES

Acesso a serviços, cultura e lazer é foco das atividades

A função social do Sesc-CE é relevante, tendo em consideração sua ampla gama de serviços que é dividida em cinco eixos principais: Educação, Saúde, Cultura, Lazer e Esporte e Promoção Social. Entre as ações desempenhadas ou mantidas pelo Sesc estão o Turismo Social, com oferta de passeios e excursões para o País inteiro, ainda dispondo da estrutura do Sesc Iparana - Hotel Ecológico, que oferece hospedagem e opções de lazer, além de ações de proteção ao meio-ambiente.

Outra estrutura que o Sesc é mantenedor é dos Restaurantes Sesc, que oferta refeições no almoço a jantar com opções variadas e vegetais orgânicos sem agrotóxicos a preços diferenciados para comerciários, empresários e público em geral, custando desde R$ 1,69 a R$ 2,70 por 100 gramas de alimento.

Na educação, o maior destaque fica por conta das estruturas das Escolas Educar Sesc, localizadas em Fortaleza, Sobral, Iguatu, Crato e Juazeiro do Norte, que vão desde o Ensino Básico até o Pré-Vestibular e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Há ainda os serviços do Centros Educacionais Sesc Ler, que são sediados em Aracati, São Gonçalo do Amarante, Quixeramobim, Crateús e Ibiapina.

Em janeiro, a Fecomércio inaugurou a nova Escola Educar Sesc II, com mais de 7,5 mil m², em Fortaleza. O espaço conta com bloco didático com 25 salas de aula, salas temáticas e laboratório, refeitório, cozinha e ginásio. Deve atender 63 turmas ao todo, além de contar com bloco para realização de atividades extracurriculares, como atendimento odontológico, psicopedagogia, artes marciais, dança e música.

Ampliação das atividades

Desde o segundo semestre de 2021 temos trabalhado para melhorarmos alguns dados, como a despesa corrente por pessoa atendida, que havia passado de R$ 5,44 em 2017, quando deixamos a gestão, chegando a R$ 10,97 em 2020, último ano completo sem nossa presença na presidência.

Outro dado que nos preocupou quando do nosso retorno, foi a execução da gratuidade, que ficou em R$ 11,5 mi em 2020, bem abaixo dos R$ 19,1 mi obrigatórios para aquele ano.

Outra meta nossa é a evolução de disponibilidade de caixa, que esteve estagnado por volta dos R$ 90 milhões entre 2018 e 2020, mas já teve um crescimento para R$ 124 milhões ano passado, grande parte ocorrido pelo desempenho no segundo semestre.

O número de municípios atendidos com pelo menos três ações do Sesc-CE durante o ano foi bastante ampliado em 2021, chegando a todos os 184 municípios cearenses, o que justifica o apoio de todos os sindicatos dos municípios do Interior à nossa chapa.

Luiz Gastão

Fonte: Campanha do candidato à Presidência da Fecomércio-CE

Estrutura e atribuições

O Sesc é uma instituição social, de caráter privado e sem fins lucrativos, mantida por empresários do comércio de bens, turismo e serviços. Entre as principais atribuições estão o planejamento e a execução de ações nas áreas de Educação, Saúde, Cultura, Lazer e Assistência.

Alguns números do Sesc-CE

- Educação: 40 mil alunos matriculados na Educação Infantil, Fundamental, EJA, pré-vestibular, Idiomas, Formação de Educadores e Educação Ambiental.

- Saúde: 6 milhões de refeições servidas por ano nos Restaurantes do Comerciário; 165 mil pacientes em consultas odontológicas e de apoio à saúde; 3 mil mamografia realizadas por ano; 9 mil exames citopatológicos e clínico das mamas.

- Cultura: 80 mil participantes em ações de desenvolvimento artístico; 3 milhões de expectadores nas apresentações culturais.

- Lazer e esporte: 4 mil alunos em 27 núcleos no Projeto Futsal Sesc; 32 mil hóspedes no Sesc Iparana Hotel Ecológico.

- Promoção Social:
4 milhões de quilos de alimentos distribuídos; 8 mil pessoas que recebem diariamente 2,5 mil litros de sopa.

Número de funcionários: 1.650

Orçamento anual médio: R$ 185 milhões

Fonte: Fecomércio

Interiorização dos serviços

Queremos um Sesc do tamanho do Ceará, com um trabalho sério e verdadeiro, voltado para os cearenses, e não focado em interesses pessoais de quem se beneficia há décadas, assinando contratos desvantajosos à instituição e, por consequência, deixando de atender a população como poderia. Queremos aumentar a capilaridade do Sesc, através da interiorização dos nossos serviços.

Vamos implantar cinco novas Escolas Educar Sesc nos municípios de Cascavel, Caucaia, Maracanaú, Maranguape e Pacajus. E modernizar as escolas nos municípios de Juazeiro do Norte, Crato e Iguatu. Além de ofertar o Ensino Médio, modalidade já ofertada pelo Sesc em outros 10 estados.

Na área da saúde, retomaremos o atendimento médico em formato de Telemedicina, modelo que funcionou satisfatoriamente durante a pandemia de Covid-19. E pretendemos instalar a Torre Saúde Sesc em Fortaleza, no Cariri e outros polos regionais, reunindo num mesmo espaço serviços médicos do trabalho e de atendimento ambulatorial nas principais especialidades, além de exames e serviços complementares e ampliação do número de unidades móveis de odontologia e saúde é outra estratégia pensada para aumentar a oferta de serviços à sociedade.

Outra prioridade é ampliar o número de Restaurantes do Comerciário. Atualmente, existem seis unidades em funcionamento e queremos fazer mais quatro, sendo duas em Fortaleza, nos bairros Montese e Messejana, uma unidade em Juazeiro do Norte e outra em Sobral.

Maurício Filizola

Fonte: Campanha do candidato à Presidência da Fecomércio-CE

Essa notícia foi relevante pra você?