Esportes

Fortaleza prioriza Ariel Holan, avança em conversas e prepara proposta

De saída do Santos-SP, técnico argentino de 60 anos vira principal alvo do Tricolor, que mantém tratativas e engatilha envio de oferta oficial
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Técnico Ariel Holan concede entrevista após o jogo Santos x Barcelona-EQU, na Vila Belmiro, pelo Copa Libertadores (Foto: Ivan Storti/Santos FC)
Foto: Ivan Storti/Santos FC Técnico Ariel Holan concede entrevista após o jogo Santos x Barcelona-EQU, na Vila Belmiro, pelo Copa Libertadores

A busca intensa do Fortaleza por um novo comandante no mercado chegou a um nome favorito: o argentino Ariel Holan. De saída do Santos-SP, o técnico de 60 anos é a prioridade do clube do Pici, que avançou nas conversas nos últimos dias, trata a situação com cautela e prepara uma proposta oficial, apurou O POVO.

O treinador pediu demissão do Peixe na última segunda-feira, 26, e discute a rescisão do contrato. O estafe do argentino deu maior atenção às tratativas com o clube paulista e só ouviu outros interessados à medida que a situação se encaminhou para um desfecho. O Tricolor fez a sondagem inicial e recebeu sinal verde para dar sequência.

Por se tratar de uma negociação complexa — desde o idioma às eventuais cláusulas contratuais —, a cúpula de futebol do Leão adota cautela acerca do tema. O diálogo teve avanços, principalmente pela compatibilidade do estilo do treinador aos critérios adotados pelo clube, mas ainda sem proposta oficial, que deverá ser enviada em breve. A parte financeira também deverá ser adequada ao patamar de Ariel Holan e à realidade tricolor.

LEIA MAIS

Bem avaliado pelos dirigentes e exaltado pela torcida, o argentino virou a bola da vez no Pici. O presidente Marcelo Paz disse que dois nomes estavam em pauta, na última quinta-feira, 29, e houve tratativas com outros profissionais, mas Holan se tornou a prioridade e alvo principal no mercado. O apelo positivo externo e os trabalhos do treinador, campeão da Copa Sul-Americana em 2017 com o Independiente-ARG, tiveram peso.

Sem técnico desde o último domingo, 25, quando demitiu Enderson Moreira, o Fortaleza evitou pressa para definir o substituto e adotou uma espécie de "processo de seleção" para chegar ao futuro comandante. Fernando Diniz foi o favorito de início, mas as conversas não avançaram. O foco, então, voltou-se para opções do exterior, sempre com o nome de Ariel Holan bem cotado.

Ainda sem treinador, o Leão está sob comando interino do auxiliar Leonardo Porto e volta a campo diante do Caucaia, neste sábado, 1º, às 19 horas, na Arena Castelão, pela segunda rodada da segunda fase do Campeonato Cearense.

Colaborou Brenno Rebouças

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais