Esportes

Ceará domina, mas só empata com o Inter em Porto Alegre

| SÉRIE A | Em meio à pressão por resultado, Ceará faz melhor partida no Brasileirão. Em jogo com arbitragem polêmica, Alvinegro é superior, mas fica no empate com o Inter no Beira-Rio
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
LIMA, meia do Ceará, fez o gol de empate contra o Internacional em Porto Alegre (Foto: EVERTON SILVEIRA/AE)
Foto: EVERTON SILVEIRA/AE LIMA, meia do Ceará, fez o gol de empate contra o Internacional em Porto Alegre

O Ceará volta de Porto Alegre com um ponto na bagagem. Apesar da superioridade, a equipe do Porangabuçu empatou em 1 a 1 com o Internacional no Beira-Rio, na tarde de ontem, em jogo marcado por lance bizarro, arbitragem polêmica e golaço.

O Colorado saiu na frente com gol de pênalti convertido por Edenilson, no começo do primeiro tempo. O Alvinegro chegou ao empate com golaço de falta em cobrança de Lima, nos acréscimos da etapa inicial.

Em meio ao momento de pressão pelos resultados negativos recentes, o Vovô foi até Porto Alegre para voltar pelo menos com um ponto. Além de somar no Brasileirão, o time precisava dar uma resposta quanto ao desempenho. E deu. Os cearenses foram superiores ao Colorado nos 90 minutos, passaram por cima das adversidades devido à atuação confusa da arbitragem e ficaram próximos da vitória, mas pecaram nas finalizações.

 

Nos acréscimos, Mendoza foi derrubado na entrada da área. Lima cobrou com confiança e marcou um golaço para deixar tudo igual

 

O escrete comandado por Guto Ferreira mostrou bastante intensidade em campo, anulou as principais ações ofensivas do rival e teve volume nas jogadas de ataque. O time ainda teve um gol anulado e uma marcação de pênalti invalidada após revisão com auxílio do VAR, no primeiro tempo, em decisões questionáveis da arbitragem.

Os gaúchos abriram o placar aos sete minutos depois de uma lambança do goleiro Vinicius. Numa jogada em que Gabriel Dias protegia a bola do atacante Yuri Alberto, o arqueiro se precipitou e saiu de forma espalhafatosa, derrubando o jogador adversário. O árbitro Diego Pombo foi até o vídeo rever a jogada e marcou o pênalti, que acabou convertido por Edenilson.

O Ceará não se abalou com gol sofrido, manteve a intensidade e dominou o Colorado. Poucos minutos após o tento do Inter, Messias empatou de cabeça, mas o homem do apito anulou. Para o árbitro, houve irregularidade no contato do defensor alvinegro com o Cuesta no momento de subir para o cabeceio.

Em um contra-ataque rápido, Gabriel Dias cruzou rasteiro na área. A bola bateu no braço de Edenilson. Diego Pombo marcou o pênalti e voltou atrás após contato com o VAR. O lance causou revolta nos jogadores e na comissão técnica do Vovô.

 

Saulo Mineiro perdeu um gol sozinho de frente para o goleiro após contra-ataque. Vina, que entrou no lugar de Jorginho, também teve a chance da virada

 

Nos acréscimos, Mendoza foi derrubado na entrada da área. Lima cobrou com confiança e marcou um golaço para deixar tudo igual.

Na segunda etapa, a dinâmica da partida seguiu a mesma com o Ceará superior. O Inter praticamente não assustou ofensivamente e deu bastante espaço para o time visitante explorar. O Alvinegro poderia ter feito pelo menos quatro gols nos 45 minutos finais se tivesse caprichado nas conclusões das jogadas.

Saulo Mineiro perdeu um gol sozinho de frente para o goleiro Daniel após contra-ataque certeiro. Vina, que entrou no lugar de Jorginho, também teve a chance da virada. Mendoza assustou de cabeça no início do segundo tempo e desperdiçou oportunidade dentro da área nos acréscimos. Com tantos gols perdidos, o empate persistiu até o apito do árbitro Diego Pombo.

 

LEIA MAIS SOBRE A SÉRIE A DO BRASILEIRÃO

Guto elogia desempenho do Ceará e lamenta empate com o Inter: "Merecia a vitória"

No reencontro de Diniz com o São Paulo, Santos leva a melhor e vence o San-São

Corinthians e Bahia empatam sem gols em Salvador

 

 

Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais