Esportes

Jorginho ganha vaga de Vina, cita respeito por colegas e se destaca na Série A

Quando foi contratado para reforçar elenco em 2021, o meia chegou com status de reserva imediato de Vina. Hoje, ele coloca o craque do time na temporada passada no banco
Edição Impressa
Tipo Notícia Por
Jorginho comemora gol marcado pelo Ceará diante do São Paulo.  (Foto: Fabio Lima/O POVO)
Foto: Fabio Lima/O POVO Jorginho comemora gol marcado pelo Ceará diante do São Paulo.

Cinco jogos seguidos como titular, uma assistência e um gol. Aos poucos, Jorginho vai mudando o status no Ceará: de contratação para ser reserva imediato de Vina para dono da posição no meio de campo alvinegro. Ele ganhou a preferência do técnico Guto Ferreira, que barrou o principal jogador do elenco em 2020, e tenta se firmar entre os 11 iniciais da equipe de Porangabuçu.

A chance a Jorginho foi dada logo após a eliminação do Vovô para o Fortaleza na Copa do Brasil. A despedida amarga da competição também marcou a saída de Vina da equipe titular. O camisa 29 deixou a desejar nos momentos decisivos da temporada 2021, entre eles a vaga desperdiçada para o mata-mata da Copa Sul-Americana e a perda do título da Copa do Nordeste e Campeonato Cearense, e e ainda busca reencontrar o melhor futebol.

LEIA TAMBÉM | Após críticas em entrevistas, jogadores do Ceará pedem melhorias no gramado do Castelão com hashtags

Desde então, "Gordiola" resolveu apostar em Jorginho para ser o homem centralizado no meio de campo do Alvinegro. O meia foi titular nas setes partidas do Ceará na Série A. O camisa 16 também esteve entre os 11 iniciais na estreia contra o Grêmio-RS, quando foi decisivo e marcou o gol da vitória por 3 a 2, — o Vovô utilizou reservas para o duelo —, e diante do Santos-SP, na segunda rodada.

O jogador só teve a sequência quebrada porque entre as três primeiras rodadas da Série A, o Vovô disputou os dois confrontos contra o Fortaleza. Nos embates diante do Leão, Jorginho foi reserva.

"Quando a oportunidade surgisse, eu iria agarrar. Quando o Guto me deu, eu agarrei e estou aproveitando. Tenho conseguido ajudar o Ceará a conquistar os objetivos. Espero ter sequência para ajudar o Ceará", comentou Jorginho em entrevista coletiva realizada ontem.

Por ora, Guto não vai mudar. O titular hoje é Jorginho, enquanto Vina é considerado reserva. Os números na Série A contam a favor do camisa 16, que está no Ceará emprestado pelo Athletico-PR. O meia é o atleta com mais participações diretas em gols, com uma assistência e dois gols, o último deles marcado no empate em 1 a 1 diante do São Paulo.

"Quando cheguei, sabia que iria disputar com um grande jogador que é o Vina. Sabia que seria muito difícil. O professor me deu essa sequência para estar jogando e estou ajudando da melhor maneira possível. A gente (Jorginho e Vina) sempre se respeita dentro e fora de campo. Quando entra (...), a gente pensa em dar o melhor. Espero que eu, Vina e todos os companheiros possamos dar o nosso melhor para conquistar os objetivos na Série A", afirmou.

Na temporada de 2021, o meia soma 22 jogos, quatro gols e duas assistências pelo Ceará. Ele é o terceiro atleta com mais participações diretas em gols do elenco do Vovô junto a Mendoza, cada um com seis. Vina divide a liderança no quesito com Saulo Mineiro, com 9, em 23 partidas disputadas.

No empate com o São Paulo, Guto utilizou os dois em campos por 23 minutos durante o segundo tempo. Em vez de entrar na vaga de Jorginho, como foi nos quatro jogos anteriores, Vina substituiu Lima. Desta forma, o camisa 29 ficou centralizado, enquanto o 16 foi atuar aberto.

É possível que Gordiola encontre espaço para a dupla atuar junta. Entretanto, é preciso ter calma. No atual contexto, Vina tem rendido abaixo de Jorginho, Lima e Mendoza. Apesar do poder de decisão, como o mostrado contra o Atlético-MG, quando deu assistência na bola parada para o gol de Lacerda no último lance do embate, ele tem de reconquistar o espaço no time por merecimento.

Made with Flourish
Essa notícia foi relevante pra você?
Logo O POVO Mais